Névoa - Alice Von Amerling



Sinopse:


Anna Christie nasceu na Inglaterra do século XVIII, e viveu em vários lugares, em diferentes épocas, esteve na Londres vitoriana de Charles Dickens, na França da célebre Sarah Bernhardt, e na América de Truman Capote. Ao relatar o ocorrido, comete alguns equívocos de modo a parecer que é menos culpada, foi intencional, e quem nunca os fez? É inocente, todos são. Conduzida por anseios breves e caprichos desmedidos, que são uma afronta ao bom-senso, deixou uma trilha de corpos por onde passou, mas isso foi antes. Era outra vida, e no ápice dela anáguas ainda estavam na moda, assim era necessário excitar a imaginação se quisesse recordar os velhos tempos. O que ainda havia daquela que um dia havia sido, era uma sobra insignificante, indivíduos distintos, munidos cada qual de concepções próprias. Anna é uma vampira de mais de dois séculos, cujo passado a tornou miserável, e o medo de executar os mesmos erros a persegue. Comete várias digressões, é existencialista, insensível, individualista, e nutre profunda aversão à espécie humana, contudo, ninguém é perfeito. Não aceita que exista num mundo onde se esqueceram da arte das estrelas, mas compreendeu que tudo acaba, pessoas nascem e morrem, e que o show deve continuar. Nessas circunstâncias dois amigos a convencem a voltar a estudar, frequentará uma Instituição Educacional em Londres a contragosto, e terá que se mudar assim que o número de desparecidos seja grande o suficiente para ganhar as manchetes dos jornais. É uma suposição, ainda assim, é uma má ideia. Não importa que estejam preocupados com a saúde mental dela, são terrivelmente ingênuos, mas nada pode-se fazer em relação a isso. Querem que conviva com pessoas, pois acreditam que seja um estímulo a mudança, mas pessoas para ela não passam de comida. Num fim de tarde, depara-se com uma notícia que beira o absurdo aos olhos de qualquer um, mas estranhamente se identifica, e decide investigar, o que trará sérias consequências. Questões sobre a existência de Deus a atormentam quando passa por aquelas inevitáveis situações... As de quase morte. Poderia evitá-las, mas viver não teria sido espontâneo. Assim, não poderia planejar a vida, pois ela era um ser disforme, com senso de humor torpe e duvidoso. No presente estava próxima de desvendar o grande mistério do que havia depois dela.


Minha opinião:


O que me fez querer ler este livro foi a paixão que eu e a autora nutrimos pelo cinema clássico, na verdade mais ela do que eu, já que a medida em que eu avançava na leitura, ia percebendo o quanto de informação ela busca nos passar por meio do seu livro e fica evidente que ela tem muito conhecimento sobre o assunto. 

Isto só me fez admirá-la ainda mais, pois, garças a Alice tive acesso a muitas curiosidades e filmes que nem conhecia, mas que obviamente já quero muito assistir. Fica Impossível ler esta obra sem imaginar cada filme e ator/atriz citados aqui. É uma aula de cinema clássico.
Anna Christie é uma vampira de mais de duzentos anos e que com sua aparência de apenas 17 anos, resolve depois de muita insistência de seus amigos, voltar a estudar e frequentar ambientes movimentados já que ela estava a muitos anos trancada dentro de sua mansão vendo os dias passarem sem contato com humanos em meio ao tédio e marasmo.
Ela nasceu na Inglaterra no século XVIII. Sua família era muito rica e viviam em meio ao luxo da época. A mansão dos Christie era gigantesca e imponente. Já naquela época, ela cultivava uma paixão pelas artes de toda espécie, começando pelos livros e hoje pelo cinema.
Anna não mata para se alimentar, não faz isto há bastante tempo, alimenta-se por bolsas de sangue. Não é contra aqueles que matam, só acha que não quer isto para si e evita ao máximo conviver muito tempo com humanos com medo de que possa não resistir à tentação.
Mesmo com seus anseios, ela relutantemente volta á escola e não demora a fazer alguns novos amigos e até mesmo arrumar um namorado. Ao contrário do que ela esperava, a rotina da escola não a desagrada tanto assim e quando Anna se dá conta, está marcando encontro com colegas para fazerem trabalhos e estudarem para provas. 

Mesmo com sua personalidade excêntrica, ela não repele aqueles que se aproximam e parecem gostar dela apesar de em muitas ocasiões chegar a ser exibicionista ao extremo por conta de seu vasto conhecimento sobre filmes e atores antigos. Seus amigos a princípio não se interessam por estes assuntos e estão mais ligados em tecnologia e séries atuais. Chegam até mesmo a dizer que curtem a Saga Crepúsculo, para total desespero de Anna que abomina as criaturas brilhantes criadas por Stephenie Meyer.
O conflito entre o antigo e novo, principalmente em se tratando de tecnologia, deixa Anna bastante confusa e acaba por despertar certa curiosidade entre seus colegas que a acham estranha por não conhecer coisas tão usadas pelos jovens da sua faixa etária ao mesmo tempo em que parece ter tanto conhecimento de coisas que não são mais usadas há anos.
Anna passou tanto tempo reclusa em sua mansão que desenvolveu uma insensibilidade em relação ás pessoas, até mesmo com o casal de amigos vampiros que estão sempre a incentivando a tentar levar uma vida normal. Ela busca passar uma imagem de quem não faz questão da proximidade, mas no fundo nem Anna sabe se é isto mesmo o que ela quer. São muitas dúvidas que a acompanham nestes mais de duzentos anos de existência.
Muitos segredos envolvem Anna e a medida que vamos avançando na leitura, vamos desvendando um por um aos poucos. Ela se envolve mais com a trama depois que uma notícia no jornal da cidade a deixa com a pulga atrás da orelha. Anna acredita haverem mais vampiros por aí e eles estão matando a sangue frio. Sem pensar duas vezes, a menina não mede esforços para descobrir quem são e o que querem.
São no total 609 páginas de muita informação e banho de cultura para quem assim como eu aprecia a sétima arte e principalmente os tempos idos do cinema.
A capa do livro é uma obra de arte. Linda demais, só ela já chama muito a atenção, a sinopse misteriosa completa o quadro de elegância do livro. sim, é assim mesmo que eu classifico este livro, elegante!

Alice escreveu Névoa em primeira pessoa, é a própria Anna quem nos conta cada detalhe dos seus muitos anos e ela usa muitas frases de efeito para que o leitor prenda-se na trama. A tática dá certo, depois que você começa a ler, dificilmente consegue parar...
Quem já leu Anne Rice e/ou assistiu ao filme Entrevista com o Vampiro já pode imaginar o tipo de vampiro que a Alice buscou resgatar em sua obra! 
Enfim, um livro que encanta de todas as formas, pela diagramação perfeita, sinopse instigante e conteúdo escrito com precisão e rico em detalhes. Muito bom é pouco. Recomendo com certeza!


**********

Página do livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/355959

Sobre a autora:



Alice Von Amerling nasceu em 23 de setembro de 1994. Aos doze, começou a ler avidamente por prazer, principalmente, Dan Brown, C.S. Lewis e Agatha Christie. Aos 15, em 2009, começou a escrever este livro, que é o seu primeiro. Logo depois veio o interesse por cinema ao ver na TV o filme Testemunha de Acusação, influenciando-a a pesquisar sobre filmes, dos clássicos aos alternativos. Deste então, a arte a inspira a escrever.


Siga a autora no Twitter: https://twitter.com/AliceAmerling

Curta o livro no Facebook: https://www.facebook.com/alicevonAmerling

Para comprar o livro clique aqui: http://alicevonamerlingbooks.wordpress.com/





Comentem gente!!!!



13 comentários :

  1. Eu estava namorando este livro pelo face, mas eu queria muito uma opinião.
    Adorei ler sua resenha, saber que você curtiu tanto a leitura me animou muito.
    A capa está linda. E a história parece ótima. E se for só um tikinho de vampirismo de Anne Rice já me ganhou!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua resenha, não conhecia o livro. Achei a premissa muito interessante. Título anotado!

    Beijos e boas leituras!

    bruxinhaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que linda a capa Van, já tinha visto você mostrá-lo no insta e numa caixinha de correio e já estava esperando a resenha. Gosto de filmes, se bem que sou dos mais atuais, mas não descarto nada, gostaria de me aprofundar mais no assunto, sem contar que gosto de tramas de vampiros...

    Laura.

    ResponderExcluir
  4. já vi ele nas livrarias e fiquei me decidindo sim ou não
    não comprei ams agora vou
    bezos

    ResponderExcluir
  5. Resenha bem completa, Vanessa! Conseguiu transmitir bem a história do livro, Parabéns! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Fiquei com vontade de ler esse livro que por sinal, não conhecia, mas que já está na minha lista de próximos!
    Beijos

    Carina Ferreira
    http://acervodeamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Vanessa!

    Eu li o livro no mês passado e tivemos impressões bem parecidas. A capa é mesmo linda e todos ficaram babando quando mostrei em um vídeo. Para quem, além de literatura, curte cinema é mais um diferencial. Gostei muito da resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda não tinha lido uma resenha sobre este livro e confesso que até hoje ainda não tinha me interessado por ele, mas agora eu sei que preciso ler. Gosto de livros assim com vampiros de verdade. Nada contra a saga Crepúsculo, mas ver aquele tipo de vampiro corta meu coração kkk

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Que capa linda, adorei conhecer a autora e o livro, gosto de historias com vampiros e essa parece ser muito legal, bom saber que voce gostou do livro.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar desse livro. Ele me parece bem interessante. Beijos.
    www.diariodeumameninaqueora.com

    ResponderExcluir
  11. Não tinha ouvido falar desse livro, mas já vou anotar para comprá-lo. Fiquei interessada na leitura, porque é sobre cinema e eu amo hsuahs
    De: Adolescente Para: Adolescente

    ResponderExcluir
  12. Olha, admito que parece ser um livro ótimo e interessante, mas essa coisa de vampiros ai não me agrada muito mais...
    essas referencias à filmes e atores que o livro faz, me deixa curiosa para conhecer a obra
    vou tentar ler ele, e espero que essa coisa toda de vampiros não me desanime hahaaha

    ResponderExcluir
  13. Olá Vanessa,

    O livro parece bem interessante e com uma boa pitada de suspense, não gostei muito da capa, mas fiquei interessado.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...