A Maravilha das Pequenas Coisas - Dawn French - Editora Fundamento:



Sinopse:

O livro conta a história de uma família que desabafa e conta os seus problemas ao longo das páginas. A filha de 17 anos é uma típica adolescente revoltada com a mãe, que não a deixa ter a liberdade que quer. Por outro lado, a progenitora, Ma, está prestes a completar 50 anos e está em crise, pois não sabe como lidar com os filhos e marido. Também tem o filho Peter, de 16 anos, que odeia as brigas da mãe e da irmã e acha que o videogame é o seu mundo particular. Além disso, ele está canalizando o seu ídolo Oscar Wilde, o que está preocupando ainda mais a família. Durante todo o desenrolar das histórias, começamos a conhecer um pouco mais da vida de cada um deles e entender os seus motivos para as atitudes que tomam. Diante de todos esses conflitos a família vai precisar enfrentar uma situação muito difícil, que vai deixá-los à base de um precipício. E a dúvida que fica é: será que eles vão cair e cada um seguir a sua vida como sempre quiseram ou conseguirão provar que apesar de tudo, estarão próximos um dos outros para resolver os problemas? - Um Bestseller na Europa!

Minha Opinião:

Que gracinha de livro gente, uma loucura completa, mas uma graça mesmo.
Em "A Maravilha das Pequenas Coisas" temos acesso ao cotidiano da família Battle por meio da visão de três de seus membros: a mãe - Ma, a filha de 17 anos - Dora e o filho de 16 -  Peter (ou Oscar como ele gosta de ser chamado). O pai não aparece durante toda a leitura, mas de uma forma ou de outra ele está lá, presente através dos relatos de sua família.
Bem, Ma é terapeuta infantil e nem mesmo ela com todo o seu conhecimento e prática com os pacientes consegue lidar com tranquilidade com o turbilhão de emoções que sua filha mais velha vem enfrentando. Dora está na pior fase da adolescência, sua autoestima é quase inexistente e para piorar, brigou com o namorado e com o mundo, sempre de mau humor e convicta de que a pobre mãe é a culpada por tudo de errado (na sua concepção) que lhe acontece. Elas já não são mais capazes de estabelecer um diálogo se quer sem ironias e pontapés, mais da parte de Dora do que de Ma que se esforça ao máximo para não dar ouvidos à filha.



As coisas tendem a piorar muito com a chegada de um psicólogo destinado a auxiliar Ma na clínica, acontece que Noel (o psicólogo) irá se apaixonar por Ma e Oscar por sua vez irá se apaixonar por Noel... sim, Oscar é homossexual. Este fato de Oscar é bem interessante, ao mesmo tempo em que a família está atolada em problemas, a orientação sexual do garoto não é de forma nenhuma tratada como problema, na verdade nem se referem a ela (sim, eles tem conhecimento das escolhas do menino), veem isto com naturalidade.
Enfim, um livro realista e ao mesmo tempo encantador que comprova que nem só de fantasia vive o leitor e que uma bela e bem escrita história com dramas próximos aos nossos pode muito bem prender o leitor do início ao fim (como foi o meu caso por exemplo). É fácil nos identificarmos com histórias que poderiam muito bem estar acontecendo conosco ou com alguém que conhecemos, a gente começa a criar uma certa identidade com o texto.



É um livro muito engraçado apesar de conflituoso. Os personagens usam e abusam de maneirismos irônicos para contar cada um a sua versão dos fatos e são exatamente estas ironias que ganham o leitor, que nos levam às gargalhadas. Até mesmo o pai que não tem voz ativa no livro é muito engraçado.
Sabe, me peguei pensando aqui durante a leitura no quanto reclamamos da vida a troco de nada, ou seja, fazemos drama por qualquer coisa, muitas vezes desnecessariamente e deixamos de focar no que de bom nos acontece diariamente, sim, as vezes podemos estar tendo um dia ruim, mas sempre terá algo a valer a pena, por menor que seja. Se você pensa assim como eu, pode ter certeza de que este livro te fará muitíssimo bem.

Eu adorei!!!


O livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/234403-a-maravilha-das-pequenas-coisas

Adquira já o seu!






9 comentários :

  1. Oi Van*
    A temática me agradou e fiquei curiosa para ler. Ainda não conhecia o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Assim que li o titulo do livro gostei, me parece ser ótimo

    Tem resenha nova no blog, beijOoOo
    blog Livros com café

    ResponderExcluir
  3. Oi :)

    Sua resenha ficou incrível, como sempre. Já adicionei o livro na lista de desejados. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tudo na aparência do livro puxa para um lado positivo. A capa, a fonte usada na capa, o título...mas o que me arrematou mesmo, nem foi tanto a premissa mas a forma positiva em como você o resenhou. Fiquei curiosa para lê-lo!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Van!
    Já gostei do livro, agora quero \o/
    BJks!

    ResponderExcluir
  6. Adorei! Uma boa trama me deixa maluca!
    Confio na tua opinião! Vou colocar no meu skoob!!!! Valeu a dica!

    ResponderExcluir
  7. aaah, parece ser um livro ótimo!!
    não conhecia ele ainda, mas fiquei super curiosa!
    gosto de tramas assim, quando a narrativa se divide entre os personagens :D
    adoro ler livros que, enquanto leio, me fazem perceber o quanto reclamo a toa das coisas hahaha

    ResponderExcluir
  8. Olá Vanessa,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, achei interessante...parabéns pela resenha...boa dica.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...