Entrevista - Rebecca Dellape, autora de Entre Outrubros:



Escritor: Rebecca Dellape
Livros: Entre Outubros

1)    Olá. Nos conte um pouco sobre sua vida e seus costumes além dos livros.
Primeiramente, muito feliz pelo convite! :)
Vamos lá. Eu ainda sou a típica garota de 20 anos universitária. Trabalho pra ajudar em casa, ouço música a maior parte do dia, tenho aquela típica síndrome de querer comprar todos os livros da livraria e adoro dormir até mais tarde aos domingos. Tenho compulsão por canetas coloridas e tinta para cabelo. E não posso deixar de mencionar que espero todos os dias ansiosamente a hora de poder dar atenção às crianças que acompanham meus passos nessa jornada.

2)    Você se lembra do primeiro livro que leu? Qual era?
Foi um livro que meu irmão me deu. Chama “De olhos bem abertos” e não me recordo sua autoria, mas me tocou demais por contar ligeiramente a história de uma garota sem propósitos que conhece um menininho cego numa sala de espera durante uma visita à sua dentista.

3)    O livro Entre Outubros está sendo bastante elogiado e indicado. Você esperava tanto sucesso em apenas um mês de publicação?
Fico muito feliz que esteja assim. Eu me empenhei demais nos últimos 07 meses pra conseguir divulgar o livro e o apresentar às pessoas. Fiz grandes amigos e fico imensamente grata ao apoio gratuito que venho recebendo. É algo muito legal, pois a interação com eles é grande e o feedback é muito positivo.

4)    Quanto tempo você demorou para escrever?
5 anos, rs. Parece muito, mas nem tanto se levar em conta que nesse período muitas coisas aconteceram em minha vida e a escrita tenha acabado ficando de lado. Eu prestei vestibular, não passei, saí de casa, voltei, prestei vestibular de novo, consegui uma bolsa, comecei a trabalhar, namorei pessoas diferentes e vi o mundo com outros olhos por diversas vezes e sinto que tudo isso foi de extrema importância para que a obra ganhasse uma essência mais madura e profunda.

5)    Como surgiu a ideia da história?
O tema central que é o sequestro nasceu de um rompante, como a maioria das minhas ideias. Quando eu estava com 15 anos, eu e minha mãe começamos a receber ameaças de alguns vizinhos que não gostavam de nós e a situação ficou bem séria. Na época morávamos numa região barra pesada, onde éramos rodeadas por dependentes químicos e pessoas miseráveis mesmo. Diziam a todo tempo que me sequestrariam e coisas do tipo, até que um dia eu tive de ir escoltada para a escola. Naquele momento, eu só conseguia pensar que se de fato me pegassem, eu escaparia heroicamente. No mesmo segundo um filme rodou pela minha cabeça e a história estava completa. Uma garota caminhava em direção a escola e era capturada, conseguindo se libertar horas depois.



6)    Você poderia nos contar algum detalhe que não está na sinopse do livro?
Entre Outubros é um livro que não se compara a nenhum outro título. Não é um clichê adolescente, muito menos um romance com seu casal como ponto central da história, nem é um suspense policial ou um mero compilado de devaneios de uma garota de 16 anos.
É uma história rica sobre como pessoas tentam superar seus maiores medos e traumas, e de como um único evento pode influenciar toda a sua vida. E mais ainda: o quanto vale a pena seguir em frente pra poder olhar para trás e desejar não mudar nada. Porque é isso que nos faz humanos e, consequentemente, felizes com nossas próprias histórias.  


7)    Ele terá uma continuação em forma de trilogia?
O livro originalmente era único, mas as historias se alongaram e quando vi já ultrapassava mais de 1000 páginas, rs. Então decidi dividi-lo em volume 1 e 2 e atualmente já possuo ideias pra uma sequência com mais 5 livros. Se tudo der certo, a continuação sairá em outubro deste ano.

8)    Se for ter continuação, você acha que o próximo livro será mais fácil de escrever?
O volume 2 está praticamente pronto. Só falta adicionar alguns elementos, ajustar nome de personagens e melhorar o final. Mas sim, será muito mais fácil de concluir.

9)    Já tem algum projeto para um próximo livro?
Opa, com certeza. Tenho uma lista com mais de 20 projetos a serem escritos. A maioria parece ser bem promissor. Só não sei qual escrevo primeiro. Por isso estou dando um tempo e deixando que eles ‘amadureçam’ sozinhos láaa na minha mente.

10) Qual seu atual livro de cabeceira?
A trilogia Jogos Vorazes. Eu sou indubitavelmente APAIXONADA pela saga. Terminei Em Chamas e estou enrolando pra começar a Esperança pois sei que uma parte de mim vai morrer ao ler a última página e ver que tudo acabou, rs. 


Gostaríamos de agradecer seu carinho e atenção em aceitar participar da entrevista. A nossa intenção é promover e incentivar a leitura de livros nacionais. Temos grandes escritores e poucos são devidamente reconhecidos.

O Blog do Balaio admira e apoia os escritores brasileiros.



5 comentários :

  1. Oie
    Gostei muito da autora, que legal conhecer como tudo começa e como a vida de um autor é. Adoreii.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar desse livro, sou louca pra ler! Achei a autora super simpática e fofa, que sorte a sua poder entrevistá-la =)

    Bjs
    viverserfeliz-renata.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Caramba!! 1000 páginas!!
    E 20 projetos???
    OMG!! Essa moça não para não?? rsrs
    Adorei a entrevista! Vi e anunciei este lançamento no blog, por isso a entrevista me atraiu!!
    Amei mesmo conhecer mais a atutora!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Gostei muito da entrevista, ela deveria morar num lugar super barra pesada mesmo....mas o lado positivo foi esse, ser escritora...legal....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. que fofa ela! *-*
    já vi divulgações do livro dela por ai, e fiquei bem curiosa pela trama!
    parabéns a autora, e muito sucesso para ela :D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...