O Oceano no Fim do Caminho - Neil Gaiman por Clarissa Rachid:



Livro: O Oceano No Meio do Caminho
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca

Sinopse:

Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.”

Minha Opinião:

            O trabalho de uma resenhista é apresentar para os leitores do blog uma análise crítica do livro, mostrando seus pontos positivos e negativo. Algumas pessoas comentam que o livro que ela gostou foi muito criticado e outras dizem que não vão ler o livro só porque a gente não gostou. A resenha é apenas uma ajuda que os blogueiros dão aos leitores.
Lembrando que ela tem dois tipos de análise: A análise contextual, onde criticamos como o livro foi escrito, diagramação, capa e concordância; e a análise literária, onde analisamos o conteúdo da história e essa parte tem mais haver com o nosso gosto literário. Antes de desistir de um livro só porque uma pessoa disse que ele não é bom, dê uma pesquisada, leia outras resenhas e só então decida.




O livro “O Oceano no Fim do Caminho” foi um livro complicado de se fazer resenha pelo simples fato de que eu gostei e não gostei. Eu fiquei com vontade de ler ele primeiramente por causa da capa, que eu achei lindíssima e segundo porque é um livro que está sendo muito falado nos blogs, vlogs e livrarias. Li ele com bastante expectativa e no final me decepcionei.
Não vou falar da história porque acho que não consigo fazer isso sem dar spoiler e o que eu conseguiria falar é o que está na sinopse, então vou falar da minha impressão do livro e da sua forma de escrita.
            O livro é contado como sendo um homem mais velho relembrando a sua infância. No início eu achei meio entediante mas no meio do livro eu não conseguia parar de ler. Achei a escrita e a dinâmica do autor muito boa, as vezes ele escreve cenas desnecessárias e que não vão acrescentar em nada ao livro, mas tirando isso, a escrita é boa. O meu grande problema com ele foi que no meio de todo aquele acontecimento e no perigo iminente que o garoto estava sofrendo eu lembrava que quem estava contando a história era o mesmo garoto anos depois. Ou seja, não ia acontecer nada com ele.



            O fato de saber que não ia acontecer nada de grave com o garoto me fez perder um pouco a empolgação e a fantasia do livro. Se o autor tivesse começado a contar da história como se fosse o garoto e só depois passasse pela visão do garoto adulto seria muito melhor porque a gente ficaria naquela expectativa e esperança do que aconteceria com ele.
            Outro fato que não gostei é que ele deixou algumas pontas soltas, não igual quando vai ter continuação, mas parecendo história inacabada. Algumas identidades não são devidamente explicadas e o pouco que ele contou sobre o mistério em relação as pessoas da casa no fim do caminho não me agradou, achei insuficiente.
            O livro é pequeno mas poderia ser bem melhor se o autor tivesse explorado as características, mistérios e segredos que a história permitia. Infelizmente deu a impressão de conto e não de história para um livro. Como disse antes, gostei muito do meio do livro e da dinâmica de escrita do autor mas não foi o necessário para me fazer dizer que gostei dele.

            Se você leu e gostou, parabéns, eu não consegui. E se você pretende ler e ficou desanimada com a minha resenha, leia outras resenhas também, afinal essa é a minha opinião, você pode ter outro gosto e achar o livro incrível (como muitas pessoas por ai).

O livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/324122-o-oceano-no-fim-do-caminho




12 comentários :

  1. Olá Clarissa,

    Essa é a primeira resenha que lei desse livro, esta na minha lista de desejados, mas sua resenha me desanimou um pouco, vou ver outras resenhas também.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Pelo título e a capa, o livro chamava minha atenção. Nunca tinha lido a sinopse, que lendo agora achei bem interessante.
    O fato de ter pontas soltas certamente me desagradaria. O fato de ser o narrador contando algo que aconteceu em sua infância não me incomodaria, afinal, poderiam ter acontecido mil e uma coisas e ele ter sobrevivido, nos livros tudo é possível.
    Gostei da resenha.
    Sorteio do livro "Fahrenheit 451" no blog, participe: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
  3. Oi Clari,
    já li muitas resenhas deste livro, tanto positivas como negativas, mas ainda não me sinto curiosa pela trama
    ela parece ser interessante, mas nada nela me chama a atenção... =/

    ResponderExcluir
  4. Olá... Já li bastante resenhas positivas sobre esse livro o que me fez colocá-lo na minha wishlist..
    Fora o fato de que nunca li nada do Neil gaiman... Passando o temp acabei perdendo a vontade de lê-lo mas se eu ganhar de presente pq não?
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  5. Clarissa, acho que esta é a primeira resenha que vejo negativa. Eu li o livro e achei fascinante mas imagino o motivo de você não ter gostado. Acho que a fantasia é um pouco perturbante, mas creio que o livro não seria para levar o personagem a ter algo bom ou ruim e sim para levar o leitor para uma imaginação maior, de um lugar maior e foi isso que eu senti. Em um certo momento achei meio fantástico demais, mas quando aceitei a ideia, tudo se tornou maravilhoso.

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Clarissa
    Concordo, cada resenha é diferente da outra.
    As vezes uma pessoa não gostou do livro, mas a outra pode gostar.
    Este livro eu ainda não li, mas não tenha lá muita vontade.
    Que pena que não gostou muito.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Clarissa, já vi muitas resenhas positivas sobre a obra. É uma pena não ter lhe agradado muito. Só li Coraline do Neil e adorei. Dexarei uma mensagem para vocês em contato. Dêem uma olhadinha lá depois. Preciso da ajuda de vocês. Tem post movo lá no blog, passa lá.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Ola! acho que ninguém esta conseguindo comentar nas duas ultimas resenhas do blog, a parte de comentários não esta disponível =/

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  9. Oi Clarissa!
    Olha eu também leio opiniões diversificadas sobre esse livro, e umas parecem que a pessoa tem medo de dizer o que achou por ser muito fã do autor.
    E nisso, acho que, este livro deve ficar no meio termo mesmo[gostar e não gostar ao mesmo tempo].. aquele que 'só lendo pra saber'

    Eu não leio muito fantasias, mas é uma leitura que não me causa 'pressa'.

    Parabéns pela resenha

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  10. Oi Clarissa! ^^
    Eu li esse livro e também queria que algumas coisas tivessem sido melhor exploradas, mas o que você sugeriu no fim da sua resenha está totalmente certo. Quando Neil Gaiman escreveu esse livro era para ser um conto que depois o editor dele pediu para que fosse feito um livro (não sei se a transação foi essa, mas realmente essa história nasceu como um conto).
    Amo fantasia e gostei do livro, mas queria uma continuação.

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
  11. Oi Clarissa!
    Ainda não li esse livro, mas essa "falta do elemento surpresa" já me incomodou várias vezes antes. Algumas vezes acho que o prólogo revela demais e o livro ficaria bem melhor sem ele, ou, como aconteceu na sua leitura, o fato do narrador ser o próprio personagem principal mais velho já me garante que ele não morrerá, quebrando um pouco do suspense. Mas ainda estou curiosa pra conferir algo do Gaiman.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  12. Oi Clarissa. Concordo com você sobre a pessoa deixar de ler só porque a gente não gosta. Vai que ela goste né. Quando ao problema do personagem, quem sabe se ele começasse a contar a história sem se identificar e só lá no final revelasse que o menino era ele mesmo. Quem sabe ficaria melhor né! Gostei da sua resenha. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...