O Que Me Disseram as Flores - Alane Brito


Sinopse:

Presa a uma promessa feita por seu pai, Ângela decide desafiá-lo a aceitar que não é vontade dela se casar com alguém que conhecia apenas através de cartas. Deixando-se levar por uma mentira, William viaja até a prometida, acreditando encontrar uma moça tão apaixonada quanto ele. Entretanto, depara-se com a força da raiva de alguém com quem sonhava passar o resto de sua vida. Por conta do grande amor que aprendeu a nutrir por ela, decide, então, lutar para conquistá-la. Usando a linguagem das flores para se declarar e, cada dia, se revestindo de uma força descomunal para suportar as palavras afiadas e suas duras atitudes, ele tenta encontrar uma maneira de fazer com que o ódio, que ela tanto demonstra sentir, se transforme em algo bom, mas para isso ele mesmo precisa continuar acreditando que é possível... Um grande amor é realmente capaz de suportar tudo? Conheça a emocionante história de duas pessoas numa mesma batalha, mas por desfechos diferentes. E que vença o mais obstinado.

Minha Opinião:

O livro é composto por três épocas, ou seja, o primeiro capítulo se passa no ano de 1912 na cidade de Belo Parque em Santa Catarina, o segundo capítulo se passa na época atual no Rio de Janeiro, logo após, no quarto capítulo retornamos no tempo parando no ano de 1933, novamente na cidade de Belo Parque.

(Olhem meu nome nos Agradecimentos!!!)
 
No primeiro capítulo a autora nos apresenta os personagens precursores desta trama. São eles: Santiago e Elisa, casal que se apaixona ainda na adolescência e vive uma linda história de amor. Santiago tinha um grande e inseparável amigo, Afonso, seu companheiro desde a infância. Já com o casamento marcado, Santiago e Afonso fazem uma promessa de que seus futuros filhos se casarão um com o outro, e para isto contarão com a sorte de terem um menino e uma menina. O destino contribui com os amigos, Santiago tem uma menina, Ângela. Afonso tem um menino, William. Os dois crescem sabendo da promessa que seus pais fizeram e estão de acordo com ela, mas com o tempo algumas coisas acabaram por se modificar, William foi morar na cidade e Ângela continuou no interior. Com a distância, o sentimento de Ângela esfria e ela acaba por se interessar por um vizinho (Felipe), irmão de sua melhor amiga (Lilian). Ângela e Felipe estão apaixonados e ela tenta convencer os pais de que não quer se casar com William, mas Santiago e Elisa não aceitam a decisão da filha e não quebram a promessa, especialmente depois de Afonso ter falecido. Santiago acha que em respeito ao falecido amigo, deve manter o trato e casar seus filhos como era o desejo de ambos.



William chega à fazenda acreditando que sua prometida nutre por ele o mesmo sentimento que ele nutre por ela, mas é pego de surpresa quando se depara com uma linda jovem enraivecida e enfurecida disposta a tudo para afastar seu indesejado noivo e fazê-lo desistir do casamento. Ângela é mesmo capaz dos mais horríveis atos para chegar ao seu objetivo e ela está sozinha nesta empreitada já que sua família e seus amigos caem de amores por William assim que o conhecem, e não é para menos, William é o homem mais íntegro, correto e gentil que pode existir e está completamente apaixonado por sua noiva.



Com o objetivo de abusar do seu pretendente, Ângela o incumbe de fazer renascer um antigo jardim que ela ganhou do pai e que nunca moveu uma palha para que florescesse algo ali. Mesmo sem entender nada de jardinagem, William aceita o desafio e jura que fará dali um lindo jardim. E assim as flores, 'personagens' tão importantes, entram na história para ficar.

 
Bem, aqui eu apresentei para vocês os acontecimentos dos anos de 1912 e posteriormente os de 1933, mas vocês devem estar se perguntando onde exatamente entra a época atual não é mesmo? Pois bem, agora vocês conhecerão Raquel, a sobrinha/bisneta de Ângela (existe este parentesco? Acho que sim, hehe). Raquel é uma jovem menina que sai do Rio de Janeiro com seus pais e dois irmãos menores para morar na fazenda que os pais herdaram em Belo Parque - Santa Catarina. Ela está muito contrariada por ter que largar, casa, amigos e modernidade para morar no meio do nada em uma casa antiga. Porém chegando lá, resolve se aventurar e conhecer cantos da casa que em outras oportunidades não havia se interessado em conhecer, eis que então ela chega a um quarto secreto cheio de coisas antigas, rapidamente Raquel encontra um diário muito antigo, mas em perfeito estado, pertencente a uma certa Ângela que ela não faz ideia de quem seja. A curiosidade a vence e Raquel começa a leitura da história de amor mais visceral que ela (e nós) já viu na vida.



Me estendi na explicação da trama, mas é que eu precisava tentar fazer com que vocês entendessem o quão especial é esta história de amor.
Não é novidade para quem conhece o trabalho da Alane o quanto ela consegue nos emocionar com suas tramas tão bem escritas e elaboradas, onde tudo se encaixa perfeitamente bem. Quando recebi a proposta de ser a primeira a ler este livro, já tinha a mais absoluta certeza de que ele entraria sem escala na minha seleta lista de favoritos, e realmente foi o que aconteceu. Fiquei ainda mais impressionada quando ela me confidenciou que, apesar de não ser sua primeira publicação, foi o primeiro livro que escreveu quando ainda era bem jovem. Algumas mudanças ocorreram de lá pra cá, mas a essência segue a mesma.

  (Meu nome também na contracapa!!!!)

Em "O Que Me Disseram as Flores" o leitor vai rir, chorar, odiar, amar e torcer pela felicidade dos personagens principais. O livro nos pega de surpresa e nos arrebata por dentro por conta da forma como Alane sabe mexer com nossos sentimentos e ela sabe mesmo como fazer isto, mais uma vez eu digo, quem já leu O Trio entende do que estou falando.

Mais que um romance, "O Que Me Disseram as Flores" é uma lição de vida, sei que parece totalmente clichê o que eu acabei de dizer, mas é mesmo verdade, a trama vai além do esperado e nos deixa perplexo com o fato de que algumas atitudes impensadas, imaturas e irresponsáveis podem mudar nosso destino definitivamente.




É preciso dizer que AMEI, AMEI e AMEI o livro? Perfeitamente perfeito. O livro merece e precisa ser lido por todos!!!!!

 Página do livro no Skoob:

Página do livro no Facebook:




31 comentários :

  1. Eu sinceramente precisei me recompor para escrever esse comentário! Não sei nem se conseguirei expressar o quanto amei sua resenha, Vanessa!! PERFEITA!! E minha felicidade deve ter sido parecida com a que senti no dia que li a resenha de O Trio, especialmente por ter sido a primeira resenha, assim como de O Que Me Disseram as Flores! Se eu te fiz se emocionar, você não tem ideia do que acontece comigo quando leio suas resenhas! Se Deus quiser, será também a precursora para mais resenhas positivas, assim como foi para meu primeiro livro. Muito obrigada mesmo, Vanessa, por ter concordado em ser minha leitora beta. Sei que fiz a escolha certíssima em te selecionar. Deus te abençoe e vamos torcer para alguma editora publicar esse livro!
    Sucesso!!
    Beijão!!

    ResponderExcluir
  2. PS: Amei as imagens que usou!! Parecem ter sido tiradas do livro! *--*

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse livro
    Mas gostei bastante das dicas e da resenha
    Ainda mais com tanta riqueza de detalhes que colocou

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Sabe Van, a autora parece mesmo ter o dom com as palavras, mas você também tem, difícil não ficar com vontade de ler este livro com uma resenha tão caprichada. Não foi publicado ainda? Mas o que as editoras estão esperando? Você me contagiou.

    Laura

    ResponderExcluir
  5. Parece bom, hein! Gosto de romances que tem um pouco de poesia nas entrelinhas, que tem aquela coisa do cortejo, romances antigos e de época. Valeu a dica!

    Beijos,
    Carolina

    ResponderExcluir
  6. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  7. Bruna Carvalho da Silva12 de outubro de 2013 07:50

    Também gosto de histórias que se passam em mais de uma época, acho até que são as minhas preferidas, não conhecia esta (claro né, nem foi publicada ainda), mas espero que logo seja.

    Um Feliz dia das Crianças pra vc e sua família.

    ResponderExcluir
  8. Esse livro parece ser uma delicinha... Cenário, romance, personagens, tudo. Já vou procurar para ler!
    Ah, e meu blog está comemorando dois anos de existência, e está rolando uma super promoção valendo 4 incríveis livros! Passa lá depois quando tiver tempo para participar. :)
    Abraço,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro ainda, mas adorei a resenha, conseguiu me conquistar e torcer para que ele seja publicado. Adoro esse tipo de romance que envolve conquistas ;)

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  10. Van!
    Que livro doce e delicada, gostei muito da resenha.
    Romance traz sempre o amor para nossas vidas.

    Obrigada por visitar o blog, sua visita é sempre bem vinda!
    Desejo que seu final de semana seja carregadinho de alegrias, muita luz e paz no coração!
    cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!
    " Agradeço tudo aquilo que está na minha vida até neste momento, incluindo até as dores. A nossa compreensão do universo ainda é muito pequena, para julgarmos o que quer que seja da nossa vida."

    ResponderExcluir
  11. Ótima resenha, Van!!
    A Alane me fez chorar tanto com esse livro. É realmente uma ótima e delicada história de amor. *-* Chorei muito com certas mortes :"(
    A lição de moral passada foi tão linda e aconchegante. Na minha opinião, Alane se superou. Beijo

    ResponderExcluir
  12. Oi Van, tudo bem?
    A Alane realmente é excelente, envolve de uma maneira incrível.
    Excelente resenha, de verdade. Ficou lindo o post com essas imagens.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  13. muito bom gostei muito
    ja estou seguindo :)
    @livroazuis
    livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu fiquei muiiiiito curiosa, me parece uma história tão fofa que agora eu quero, desesperadamente, ler *---*
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia o livro, mas sua resenha me deixou totalmente curiosa, para ler. Espero que ele seja publicado logo.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Vanessa!
    Não conhecia o livro, mas parece mesmo ser um romance totalmente diferente do que já li!
    Legal ver um livro nacional que realmente se passa no Brasil :)

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi Vanessa. já estou super curiosa para ler o livro. Adoro quando tem essas transições de épocas.
    Beijocas e boa semana
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Acho que o único livro que eu li em que a história se passa em duas epocas
    é Perdida da carina rissi!
    Sua resenha ficou maravilhosa, fiquei super curiosa para ler esse livro agora!
    parabeens!

    Beiijos,
    Paula
    http://psicosedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Sophia Oliveira Ferreira14 de outubro de 2013 04:08

    Oi Van, eu também gosto muito de histórias com várias épocas, acho que sai um pouco do clichê, romance é meu estilo favorito. Esta Ângela está me parecendo uma pessoa muito fútil, mesmo em 1933 era possível? Hehe. Achei muito interessante este livro e com você falando tão bem é impossível não querer ler....Um abração.

    ResponderExcluir
  20. Oi Van,
    Adorei a história desse livro!
    Dica perfeita! Vou ler com certeza!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Nahim...que fofo parece ser esse livro. Não sei porque ,mas lendo sua resenha lembrei do A casa das orquídeas, acho que devido esse fator épocas distintas em um mesmo livro. Não conhecia a autora, mas já tinha visto a capa do livro no Facebook. Ansiosa para ler, parece um obra muitoo bom e grande lição de vida mesmo.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  22. Ai que lindoooooooooooooo!!!! Gosto desse negócio de ficar passeando por épocas diferentes!

    Adorei a resenha!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Vanessa, tudo bem?
    Nossa história de época e ainda se passa no Brasil, adorei a dica.
    Já li uma história onde o mocinho se declarava e se comunicava com a mocinha através da linguagem das flores, e foi a história de amor mais linda que li.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  24. Van se vc amou o livro, eu A-M-E-I ler sua resenha, nos últimos tempos nunca tinha me empolgado tanto com um livro como me empolguei por "O que me disseram as flores", estou ansiosíssima para ler. Quero ler desesperadamente, quero conhecer William demais. Vou colocar na minha lista de super desejados. Espero que saia livro logo!!!!!

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  25. Olá Vanessa,

    Não conhecia o livro, mas confesso que sua resenha me deixou super curioso, gosto do estilo e tenho certeza que vou gostar da história, boa dica...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Uauu Van que luxxoo em e que honra pode participar tão ativamente da publicação desse livro que me parece ser tão maravilhoso!

    Amei a premissa e fiquei curiosa e saber se este romance terá ou não um final feliz ^^ como a eternamente apaixonada que sou, espero que sim hahaha

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  27. Oi Vanessa!
    O livro parece incrível e tem ainda mais mérito, por ser nacional. É muito bom ler uma resenha tão emocionada assim. Parabéns!

    Beijo

    ResponderExcluir
  28. Olha teu nome nos agradecimentos!!!!!!!! Gente que coisa legal e isso mostra como você se importa com as pessoas!!!!

    Esta sinopse me lembra o livro a Linguagem das Flores e é lindo como elas tem o poder de expressar tantas coisas. A capa é lindíssima!

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  29. Oi! ^^
    Não conhecia o livro!
    A trama é muito interessante! Adorei conhecer!
    E o livro é lindo! Tanto a capa quanto por dentro!

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
  30. Olaaaa!
    Vaaan não conhecia o livro! Mas meu deus! me encantei com sua resenha! Você realmente conseguiu transpassar todo seu amor pelo livro!
    Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  31. Oi Vanessa. Adorei a resenha! Nossa ficou muito bom mesmo. Fiquei curiosíssima para saber o final. Será que ela ficou com o noivo ou com o outro? Aí... terei de ler para saber! kkkk :D :D Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...