Suicidas - Raphael Montes - Editora Benvirá:



Sinopse - Suicidas - Raphael Montes

Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que poderia ter levado universitários da elite carioca – e aparentemente sem problemas – a participarem de uma roleta-russa? Um ano depois do trágico evento, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, uma nova pista, até então mantida em segredo pela polícia, ilumina o nebuloso caso. Sob o comando da delegada Diana Guimarães, as mães desses jovens são reunidas para tentar entender o que realmente aconteceu, e os motivos que levaram seus filhos a cometerem suicídio. Por meio da leitura das anotações feitas por um dos suicidas durante o fatídico episódio, as mães são submersas no turbilhão de momentos que culminaram na morte dos seus filhos. A reunião se dá em clima de tensão absoluta, verdades são ditas sem a falsa piedade das máscaras sociais e, sorrateiramente, algo muito maior começa a se revelar.

Minha Opinião:

Estava doida para ler algo do Raphael desde que vi o autor no Programa do Jô, achei ele extremamente desinibido e me pareceu falar com muita propriedade sobre seus livros que eu já sabia serem fortes e não recomendados para leitores desavisados e muito emotivos. Sim, esta é a mais pura verdade, tem que estar muito preparado para encarar a ótima e cruel escrita do Raphael Montes, ele não economiza no suspense, vai direto ao ponto sem rodeios e sem mimimis.
A sinopse de Suicidas já é bem tentadora por si só e não deixa dúvidas de que se trata de uma trama com alto teor psicológico, tanto na parte da roleta russa (início do livro), quanto na posterior avaliação à qual as mães são submetidas para tentarem compreender o que levou seus filhos a cometerem o suicídio de forma tão inescrupulosa.

Por que estes nove jovens da Zona Sul do Rio de Janeiro chegaram a este extremo? O que os motivou? Ou desmotivou a continuar a viver? O que a data 07 de setembro tem a ver com tudo isto? Sem dúvida existe alguma relação entre o feriado e o ato de coragem cometido...

Bem no início da história somos conduzidos por Alê enquanto ele fazia anotações em seu diário no momento que ele juntamente com seus amigos Zac, Lucas, Maria, Dan, Ritinha, Noel, Otto e Waléria se dirigiam para a tal mansão onde tudo iria ocorrer. A narrativa é intercalada entre a leitura do diário, o tempo real e a gravação de uma reunião entre as mães dos jovens que ocorreu 1 ano após a morte dos nove estudantes. O clima é tenso do início ao fim, somos brindados com reviravoltas empolgantes e diálogos perturbadores.

É muito complicado falar deste livro sem soltar algum spolier, sem revelar partes imprescindíveis da trama, tanto que preferi apenas pautar a minha impressão sobre a história que diga-se de passagem foi a melhor possível, como eu imagino que vocês já perceberam, hehe. O que importa mesmo é que vocês entendam o quanto este livro é bom e bem escrito!

Enfim, este é sem dúvida um dos livros mais inteligentes que já tive o prazer de ler até hoje, capaz de fazer o leitor parar e pensar, divagar mesmo sobre a leitura, acho que é isto o que torna o livro memorável.  Suicidas contém ao meu ver uma crítica social severa e muito bem elaborada pelo autor que soube exatamente como direcionar sua mente inquieta e proporcionar momentos de reflexão no leitor. Perfeito.






 Visite a Benvirá: http://www.benvira.com.br





6 comentários :

  1. não li nada do autor ainda, e não conhecia este livro, mas fiquei MEGA curiosa!
    adoro tramas assim, e com certeza vou gostar deste!!! *-*
    este é um tema delicado né, e ver uma trama de livro assim se passando aqui no Brasil, me deixa mais curiosa ainda para ler.

    ResponderExcluir
  2. Nossaaa esse livro parecer ser incrivel!
    É exatamente o tipo de leitura que amoo!
    Não conhecia nem o livro e nem o autor, mas com crtza acabo colocar na minha listinha de livros que quero ler!!

    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  3. Oii..
    A sinopse deste livro já mostra que tem um alto teor psicológico. Mas me interessei pela descrição. Leria a obra com certeza.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. oie Van
    eu li Dias perfeitos do autor, e AMEI. Fiquei impressionada com a capacidade dele de entrar na mente doentia do protagonista. Estou louca para comprar esse livro. Pelo visto irei amar.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Van!
    Ainda não li nada do autor, mas não sei se estou no momento de ler esse livro sabe?
    Acho que to numa onda mais leeve.. se fosse ler ele agora, talvez não aproveita tanto. mas gostei da resenha, vou anotar a dica porque tenho certeza que em um outro momento vou aproveitar muito a leitura

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...