A Culpa é toda de Marte - Paula Browne



Sinopse - A culpa é toda de Marte - Paula Browne

Clima astral propenso a uma boa leitura. Saturno em conjunção com a Lua conspira para a possibilidade de boas risadas e emoções à flor da pele se a leitura em questão for A culpa é toda de Marte. Quem avisa é Thalita Rebouças, que assina a orelha do novo livro da escritora e ilustradora Paula Browne. Em A culpa é toda de Marte, a autora conta a história de Diana, uma garota que tem ideias muito próprias sobre a vida. Diana tem um namorado perfeito e está completamente apaixonada por ele quando viaja nas férias de julho para encontrar uma amiga de infância e, nesta viagem, conhece o Pedro: o garoto mais bonito do planeta. Assim, sem que nada fosse planejado, de repente ela se vê com dois namorados. Que ela ama e pelos quais é correspondida! Sem nenhuma culpa, Diana resolve então manter seus dois amores, que ela guarda em gavetinhas separadas do seu coração. Mas será que isto vai dar certo? Esta pergunta que ela não se faz, naturalmente, tem a resposta mais óbvia: não. Não vai dar certo. E a partir daí ela passa a fazer vários questionamentos sobre a vida e suas relações amorosas. Diana ainda tem que lidar com o fato de que todos parecem saber o que vai acontecer no seu futuro: os amigos, o livro, a sorte no biscoito chinês, o horóscopo. Ah! O horóscopo, principalmente, certeiro. Pois embora Diana acredite nas ciências exatas ela não tem como negar o sentido das previsões astrais. A culpa é toda de Marte! é um livro que aborda sobretudo o limite da nossa liberdade e das nossas escolhas. Uma historia onde no fundo ninguém tem culpa de nada. Apenas marte, em parte; coisa rara nos dias de hoje.

Minha Opinião:

Diana é uma pré adolescente bem ousadinha para a sua pouca idade (13 anos).
É uma menina estudiosa e atenciosa com a família e amigos, mas um tanto inexperiente na arte do amor, hehe.
Vocês devem estar pensando, claro que é inexperiente né, como poderia não ser com apenas 13 anos não é mesmo? Mas não é só isto não, além dela estar passando pela fase do primeiro namorado, ela não tem muita noção do que significa fidelidade. Como assim? Pois é, é isto mesmo, ela tem um namorado do tipo perfeitinho, bonito, gente boa e todo apaixonado, sem contar que é um pouco mais velho e primo da sua melhor amiga, a Pipoca.
Tudo vai indo às mil maravilhas, o namoro vem durando cerca de 3 meses e eles dão- se muito bem, até mesmo os pais de Diana aprovaram o rapaz assim que o conheceram, sua amiga está super feliz com o relacionamento deles. O casal está naquela fase de descobertas, de inicinho, de clima bom e tudo mais poréeeem, eis que chegam as férias de julho e vai cada um para o seu lado, tanto ela quanto Tuti vão viajar com os pais.
Diana vai reencontrar sua amiga de infância e já nos primeiros dias ela conhece Pedro, um garoto também um pouco mais velho do que ela e que assim como seu namorado, é simpático e carinhoso, não demora para que os dois se envolvam e que iniciem um namorinho de férias, a identificação entre eles é automática e Diana não consegue resistir aos encantos de Pedro, mas ao mesmo tempo ela sabe que tem Tuti e que é ele que vai estar à sua espera quando ela voltar de viagem. Diana cogita a ideia de contar ao namorado sobre Pedro, mas acha melhor não, ela acredita que o que aconteceu nas férias deve ficar nas férias, o fato é que ela não pensa nisto como uma traição, sua dúvida está mais para o fato dela ter se apaixonado por dois garotos ao mesmo tempo e não sabe por qual deles se decidir. Pedro sabe de seu namoro e aceitou envolver-se com ela assim mesmo pois, a princípio é apenas um namoro relâmpago. Os problemas começam quando Diana retorna à sua cidade e depois de alguns dias Tuti acaba descobrindo da pior forma possível sobre o que rolou, logicamente que ele fica muito chateado com o ocorrido e procura Diana para tirar satisfação.
A partir daí é que a menina começa a nos contar todo o seu dilema, quer dizer, ela na verdade conta ao seu gato sem nome, o livro é forma de conversa entre a protagonista e o gato que obviamente não responde nada, apenas escuta muito pacientemente toda a ladainha da sua dona.
O livro é bem curtinho, são apenas 85 páginas de pura fofura. Diana é toda ligada em astrologia e bilhetinhos da sorte e fica toda preocupada quando alguma previsão não sai como ela acredita que deveria, ao mesmo tempo que fica toda radiante quando sai exatamente o que ela esperava.
Enfim, só posso recomendar esta leitura. É um livro infanto juvenil, mas isto não quer dizer que não possamos nos envolver na história, eu por exemplo me envolvi e gostei bastante!!


Li este livro pelo celular e fiz o download dele aqui: http://lelivros.club/book/download-a-culpa-e-toda-de-marte

O livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/189432-a-culpa-e-toda-de-marte




Obrigada pela visita, deixe seu comentário que eu assim que possível retribuirei!





2 comentários :

  1. Oi Va!
    Que delicia essa leitura, e que curtinha! Me deu vontade de ler com sua resenha! ACHEI O MÁXIMO o livro ser montado assim, ela conversando com o gato! Achei uma delicia!!!
    [Parceria Overdose Literária]Entre o amor e o silêncio - Autora Babi A. Sette!!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/09/parceria-overdose-literariaentre-o-amor.html
    Beijos!
    Paulinha Juliana - Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  2. é, nos dia de hoje garotas/garotos de 13 anos já sabem de muuuuuita coisa né... hahaha
    nossa, só 85 páginas?? curitinho mesmo...
    faz tempo que não leio um Infanto.. vou procurar por este :D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...