O Espelho das diferenças (Fábio Gai Pereira) & Foi vovó que disse (Daniel Munduruku):


*****




Sinopse - O espelho das diferenças - Fábio Gai Pereira:

João Leonardo era um menino perguntador. Se tinha uma dúvida, perguntava mesmo. E a história do ovo deu pano pra manga. Cresceu, deu cria na cabeça do João e levou-o a muitas outras perguntas, que trouxeram mais dúvidas, que viraram outras tantas perguntas para as quais ele foi buscar as respostas. A história de João Leonardo é um estímulo para reflexões de natureza filosófica e dá conta de uma necessidade que as crianças também têm: refletir para resolver seus problemas.






Como pode um ovo ter tantas formas diferentes?
Como pode haver tanta diversidade no mundo? E como pode haver crianças tão curiosas quanto João Leonardo? Que bom seria se todos fossem questionadores como este menino, não só as crianças, mas os adultos também. E que bom que fosse assim tão simples explicar as diversidades do mundo.

"Todos os meninos eram diferentes, tinham nomes diferentes. Porém, mesmo com nomes diferentes, ainda assim eram meninos. Como os ovos, que, mesmo diferentes, ainda assim eram ovos." Pág 13.

"Talvez um humano seja assim mesmo. Todas as culturas, todas as cores, todas as bandeiras, todos os penteados, todas as roupas, todas as religiões, todas as idéias." Pág 25.


OBS: Apaixonada pelas ilustrações deste livro!!!


Para comprar:



***********




Sinopse - Foi vovó que disse - Daniel Munduruku:

Faz parte da tradição indígena ouvir os avós. Eles são considerados os sábios da comunidade porque costumam contar as histórias dos ancestrais. São considerados os guardiões da memória e responsáveis por educar o espírito dos mais jovens. Ao contar histórias ou lembrar às crianças sua origem, os avós – homens e mulheres – não os deixam esquecer de onde vieram, para onde vão e qual o papel de cada um neste universo no qual nos movemos. É isso que o leitor irá encontrar neste novo e encantador livro escrito pelo premiado escritor Daniel Munduruku, que nos presenteia com a magia e a sabedoria da cultura indígena.




Kaximborempô nos apresenta neste livro, a sua realidade cada vez mais distante, e é com muito carinho que ele nos conta como é a sua rotina na floresta junto à sua família, como fazem para comer, para se divertir, para se sustentar...coisas que não mudaram nada desde que ele nasceu, desde que nasceu seu pai, seu avô...
Kaximborempô fala com tanto entusiasmo e naturalidade sobre suas origens que chega a emocionar o leitor. É a visão de uma criança inocente que ainda pouco sabe das lutas enfrentadas por seu povo, da discriminação e das injustiças, que ainda conserva na alma a pureza característica da sua idade.
Temos aqui uma bela história que sem dúvida pode encantar não só as crianças, mas também muitos adultos um pouco mais sensíveis e receptivos às belas lições que podem vir até mesmo de um livro infantil.


"Vovó disse que, se a gente não andar direito, pode tropeçar no orgulho" Pág 09.


Ilustrações lindas!!!


Para comprar clique aqui:




5 comentários :

  1. Olá Vanessa,

    Não conhecia essa obras, gosto muito de livros infantis e com certeza eles ensinam muito e pela sua resenha vale conferir ambos...ótimas dicas.....abraço.

    Obs: Desistiu do meu blog?

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Vanessa tudo bem??
    Lindíssimas as ilustrações dos livros.. O primeiro e mt fofo.l
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  3. eu gosto de infantis, apesar de não serem todos os qe eu curto.
    mas gostei principalmente das fotos, tudo mt fofo.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  4. Lindos livrinhos, os dois me pareceram interessantes.
    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Vanessa.
    Adoro essas dicas de livros infantis, todas são bem-vindas e acaba virando presente pros sobrinhos.
    As ilustrações são lindas.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...