Toda Família tem seus Segredos - Monica McInerney - Editora Fundamento:


Sinopse:

Comovente, verdadeira, irresistível e bem-humorada, esta é a história de três irmãs que aprendem que os laços sanguíneos são mais forte que qualquer coisa. Afinal, irmãos são irmãos para sempre. Ou não? Quando crianças, as irmãs Anna, Bett e Carrie eram inseparáveis. Mas depois que o noivo de Bett a trocou por uma das irmãs, a relação entre elas ficou insuportável e cada uma seguiu seu caminho. Agora, Lola, a avó, está determinada a reunir a família novamente. E ela tem um plano... Mas será que o amor entre as irmãs é mais forte que as brigas, mais forte que o tempo, mais forte que tudo? “Personagens brilhantes e diálogos afiados... Com muito humor e clareza, a autora fala de questões como a disputa entre irmãos, segredos de família e traição.” The Boston Globe. “Um conto moderno sobre a família. Eu ri e chorei com os personagens deste livro.” Bella-online.com “Uma história delicada, que faz você se sentir de bem com a vida. Quando você termina de ler, acha que o mundo é um lugar melhor e quer ser mais carinhoso com as pessoas mais próximas.” Sydney Morning Herald “Uma história familiar cheia de charme e envolvente, repleta de surpresas.” Evening Herald “Uma trama criativa que deixa o leitor feliz do começo ao fim. Você vai rir e chorar muito acompanhando a história de Lola e suas meninas, que ganham a vida neste livro.” Hull Daily Mail “Você vai rolar de rir em um minuto e se matar de chorar no outro.” Cosmopolitan “É sempre um prazer mergulhar nos livros de Monica McInerney. Sua narrativa deliciosa dá vida a personagens brilhantes.”

Minha Opinião:

"Uma família sem segredos é uma família muito chata. E acho que não queremos ser uma família chata, não é?" Pág 421.

Que livro incrível!!
Não é de hoje que histórias sobre famílias me ganham só pelo fato de serem histórias sobre famílias. Tenho um fraco por dramas e invariavelmente me apaixono por estes. Obviamente que foi exatamente isto o que aconteceu com "Toda família tem seus segredos". Só este título já dá margem à muita imaginação...Claro que todos possuem segredos, por menores que eles sejam, mas bom mesmo  é  poder desvendá-los, é poder acompanhar todo o processo e perceber que todos temos algo em comum, sejam os medos e anseios, sejam as dúvidas, aquilo que nos faz feliz, nossos amores, nossos desamores, os pontos fracos e os pontos fortes, ninguém é assim tão diferente um do outro e é isto o que me encanta neste estilo literário, a proximidade que eles proporcionam ao leitor e vice-versa.
Neste livro em particular, nossa protagonista Bett está enfrentando uma situação muito difícil ao ter que retornar ao seu país de origem e reencontrar a família, principalmente suas duas irmãs Anna e Carrie. Ela e as irmãs não se falam desde uma briga ocorrida há 03 anos depois de Bett ficar sabendo que seu noivo a trocou por Carrie. As três meninas foram criadas pela avó Lola em cima dos palcos apresentando-se com o trio Irmãs Alfabeto (por conta das iniciais dos nomes de cada uma - ABC). Elas eram muito conhecidas pelo talento musical, cantavam e tocavam muito bem e gostavam do que faziam até o dia em que não foi mais possível continuarem com as apresentações.
A família é proprietária há muitos anos de um pequeno, mas charmoso Hotel e foi neste ambiente que as três meninas cresceram. É para o Hotel que Bett e Anna estão retornando. Carrie continua morando na mesma cidade e trabalhando com os pais. A ocasião é o aniversário de 80 anos de Lola que está programando uma grande festa em comemoração e reservando uma surpresa maior ainda para as netas pois, segundo Lola, já passou da hora desta briga ter um fim e delas voltarem a se entenderem.
Lola, uma imigrante irlandesa em solo australiano está longe de ser a típica vovozinha que fica sentada tricotando enquanto a vida passa. É uma mulher extremamente autêntica que usa e abusa de sua criatividade, principalmente na hora de se vestir, suas roupas são o mais 'descombinantes' possíveis e a maquiagem a mais exagerada que ela consegue fazer. Não larga o copo de gim e não segue regras, sua personalidade é única e é exatamente por isto é tão querida por todos que a conhecem.
Nestes 3 anos que se passaram, muitas coisas aconteceram com cada uma das Irmãs Alfabeto, algumas boas, outras ruins, como por exemplo o acidente com a pequena Ellen, filha de Anna. Ellen é uma criança muito doce e cativante que mesmo com seu grande trauma consegue encantar todos à sua volta e mostrar uma maturidade e discernimento não característicos à sua idade, discernimento este que muitas vezes falta à sua própria mãe e tias.
A narrativa do livro é em terceira pessoa (eu gosto muito) e inicialmente começa nos apresentando como estão as três meninas na atualidade, aos poucos vamos conhecendo os fatos que levaram à separação de ambas. Conforme a leitura vai evoluindo, mais vamos percebendo que não foi apenas a traição de Carrie que culminou na briga, um somatório de acontecimentos e de mágoas que vinham desde a infância contribuíram para o desfecho. A medida em que vamos nos aprofundando na trama, mais impossível fica largar o livro, você vai absorvendo os sentimentos vivenciados pelos personagens e se pega torcendo pela felicidade de uma ou de outra.
Quando eu estava quase chegando ao final do livro, um acontecimento em especial me tirou o ar, me levou às lagrimas, foi algo totalmente inesperado para mim e acredito que para todos que leram este livro também, mesmo sendo um fato angustiante, foi muito importante na história e no fim das contas se encaixou direitinho no contexto geral.
Enfim, o que falar de um livro que me surpreendeu tanto? Só posso dizer que é perfeito, que emociona, que nos faz pensar, que comove mesmo. Sem dúvida é um livro que recomendo e que afirmo ser maravilhoso! Adorei.

Visite a Fundamento:




Para comprar clique aqui:



O livro no Skoob:




3 comentários :

  1. Uau... esse livro parece ser mesmo encantador!
    Amei a resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  2. oi
    nossa, que livro bacana! Família é familia sempre, eu tenho lá meus problemas com as minhas irmãs (apesar de que nínguem nunca roubou o namorado de nínguem por aqui) kkkkk
    Eu achei o livro mto bacana e fiquei curiosa por essa parte que te abalou tanto
    tem postagem nova no meu blog
    te espero por la

    dudikobayashi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que capa mais lindaaa.
    Também gosto bastante de dramas familiares e também é o meu gênero favorito, li um bem neste estilo, A Pousada Rose Harbor e é maravilhoso, recomendo.
    Vou procurar este para ler, adorei a dica.

    Laura.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...