I de Índio, G de Gente - Carmem Figueiredo - Editora Edelbra:


Sinopse:

I de índio G de gente é um elogio à diferença, trazendo um pouco de uma de nossas mais extraordinárias riquezas, que é a diversidade cultural e que fez de nós o que somos hoje. Em tempos de intensa padronização de usos e costumes, abre uma janela para uma vida alheia às grandes cidades, suas particularidades, e para o notável repertório de soluções originais para os problemas que a vida contemporânea oferece. Os índios brasileiros ainda e cada vez mais têm muito a ensinar ao Brasil, para encararmos os desafios que precisamos enfrentar. Para que isso seja possível, precisamos conhecê-los e compreender seu papel na construção de um futuro melhor para todos.

Sobre:

I de Índio, G de Gente é um livro obviamente sobre os índios, mas não somente sobre eles, na verdade este livrinho lindo vem a tratar mesmo é da questão das diferenças entre as pessoas e o quanto de valor devemos agregar ou não ao fato de sermos todos diferentes, seja na cor da pele, seja na cultura, nos gostos, na condição social...enfim, ninguém é igual a ninguém e nem por isto uns valem mais que os outros.


Uma parte que retrata bem isto é a página 14 que diz assim:

"Cada região do Brasil tem sua forma de falar e palavras diferentes."

Ou seja, aqui mesmo, no nosso país, existe muita diversidade e uma infinidade de miscigenação e, nem por isto deixamos de ser filhos de uma mesma nação. Possuímos nossas tradições, nossos sotaques, maneirismos...


Este livro procura mostrar que o índio merece e deve ser respeitado como todas as outras pessoas, que são gente como a gente, apenas com costumes muito diferentes dos nossos mas, que não deixam de ter seu valor.


É desde pequeno que se ensina o que é certo e este livro vem para isto mesmo, para mostrar às crianças que o legal é ser diferente, que graça teria a vida se fossemos todos exatamente iguais? O que seria do azul se todos gostassem do vermelho? A autora busca ao mesmo tempo entreter e educar e de uma forma muito bonita, o livro é todo ilustrado e uma ilustração mais legal que a outra.

Outra parte que achei interessante:

"Há pessoas que olham um índio vestindo roupa e usando relógio e logo falam: Ele não é índio, está de relógio e de roupa!
Então, se você tirar a roupa e pintar o corpo, você é índio?"


É o exterior que molda você ou é a sua essência que importa? Enfim, este é um belo livro com uma bela mensagem, só tenho a agradecer à Editora Edelbra pelo envio, sem dúvida ele veio a acrescentar na minha estante.
OBS: Já li três vezes este livro para as minhas filhas em casa, elas adoram!




Visite a Edelbra:








7 comentários :

  1. Oi Vanessa,
    adorei a ideia deste livro.
    acho que livros assim são ótimos para crianças, porque eu acredito que ensiná-las a respeitar o próximo, mesmo que ele seja "diferente" da gente, tem que ser desde pequeno. é dificil mudar a mente de um adulto que pensa que cada um é cada um né...
    é desde pequeno que se molda o ser humano. você está fazendo um belo trabalho com as suas filhas! :D

    ResponderExcluir
  2. Ola,
    Meu nome é Raquel Machado sou autora do livro Vingança Mortal, uma história de suspense ambientada em Lageado Grande/RS, repleta de intrigas e mistérios, onde cada pessoa esconde um segredo e alguns são fatais. Gostaria de lhe avisar que estou com parcerias abertas para blogs, se tiver interesse pode me enviar um e-mail "raquel.machado2014@yahoo.com.br". Você pode conhecer mais a história na página abaixo:
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/p/vinganca-mortal.html
    Obrigada desde já.
    Raquel Machado
    Escritora Vingança Mortal
    Leitura Kriativa

    ResponderExcluir
  3. Oi Van, olha só. Acho que este livro retrata bem a situação atual. As pessoas indignadas com os nordestinos pela política. Mesmo não sendo índios, eles são diferentes, o que não significa que são imprestáveis ou qualquer coisa. Cada um tem sua cultura, tem seu modo de viver, tem sua cor de pele, religião, costumes. Todos somos diferentes e iguais ao mesmo tempo. Amei!

    Beijos

    Greice

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  4. amei o livro. A passagem me fez lembrar das tantas vezes em que ouvi uma discriminação para com relação ao índio. Nasci perto de uma tribo e realmente admiro a cultura que até hoje prevalece nela.
    Pessoas hoje criam tantos esteriótipos que esquecem que procuramos o mesmo objetivo: evoluir.

    Beijos!

    https://tintoerose.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, as belas lições partem de casa e nada melhor que um livro como esteque além de entreter ainda educa as crianças, sua dica é sensacional.

    Laura.

    ResponderExcluir
  6. Oi Van. Adorei a resenha e o livrinho. Já coloquei na minha listinha de compra em primeiro lugar, afinal tenho um menininho de três aninhos que adora livros e eu adoro os dar a ele! :D :D Obrigada pela indicação. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de saber se minha interpretação da página 20/ 21 está correta. Temos que aceitar a opinião do outro para aprendermos coisas novas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...