Minta que Me Ama - Maria Duffy - Editora Novo Conceito:


Sinopse:

O inverno é a estação mais aconchegante do ano, mas Jenny Breslin não se sente nada confortável. Tudo na sua vida a total ausência de romance, o emprego chatíssimo no banco foi tocado pela mágica das festas de fim de ano. A simples ideia de passar por mais um Natal com a sua mãe extravagante e Harry, o novo namorado dela, a enche de pavor. Mas isso é na vida real...

No Twitter, as coisas não poderiam estar mais interessantes. Nele, Jenny tem uma carreira em ascensão, uma vida amorosa sensacional e uma agenda superconcorrida. Então, em uma noite de bebedeira, Jenny está tuitando com suas amigas Zahra, Fiona e Kerry. E de repente ela as convida para passar alguns dias em sua casa em Dublin. À medida que a sua vida virtual entra em rota de colisão com a sua verdadeira rotina, Jenny não sabe para onde correr. Tudo parece contribuir para mostrar que a existência das suas companheiras de Twitter é um milhão de vezes mais interessante do que a sua. O fim de semana chega, e segredos são compartilhados. Jenny começa a perceber que, enquanto ela sonhava, as coisas acontecem bem depressa.
Será que é muito tarde para que ela volte a assumir o controle da sua própria e verdadeira vida?

No Skoob: Minta que Me Ama


Resenha:


Estou bem atrasada com esta resenha, afinal o Natal já passou tem uns dias, hehe, mas o livro é tão 'foufo' que vale dar a dica para o próximo Natal ou mesmo para uma leitura descontraída de férias/verão.

Jenny é a nossa protagonista, uma viciada em twitter que a cerca de 1 ano mantém uma amizade com um grupo de outras três meninas que assim como ela, passam muito tempo conectadas. Zahra, Fiona e Kerry parecem ter as vidas mais interessantes do mundo, cada uma a seu modo e no seu ramo. Zahra é maquiadora de famosos, Fiona esposa e mãe dedicada e amada e Kerry, enfermeira.
Jenny tem um ótimo ritmo de conversa com cada uma, mas é com Kerry que ela sente uma conexão maior e, desde que as convidou para vir à sua casa passar uns dias antes das festas de final de ano, anseia muito pelo encontro e pelo momento em que ela e Kerry poderão conversar frente a frente.
Jenny mora em Dublin na Irlanda, trabalha num banco e tem uma chefe que odeia mais do que levantar cedo porém, não é só a chefe (conhecida como Cara de Tamanco) que a chateia, sua mãe também não faz parte do rol de pessoas que ela admira. Eileen veste-se, sente- se e age como se fosse uma adolescente, sem falar que acabou de surpreender a filha com um namorado todo metido a garanhão.


Jenny não está contente com a vida que vem levando, o trabalho não chega a lhe dar orgulho, mas pelo menos é sua forma de sustento e nem ganha tão mal assim mas, é no twitter que ela realmente pode se sentir um tanto mais importante do que é na vida real, não que ela chegue a pregar grandes mentiras, mas com certeza uma aqui e outra ali para dar um 'up' no seu dia a dia.
O convide às amigas foi totalmente no impulso e depois que todas aceitaram, Jenny se viu em maus lençóis ao se dar conta do que havia feito, que iria colocar dentro da sua casa três pessoas desconhecidas que poderiam não ser nada do que diziam ser na rede social, afinal, ela mesma já havia contato algumas inverdades...
Paralelamente à esta turbulência que se aproxima, Jenny, que está solteira há algum tempo, vem saindo com Tom, seu colega de trabalho. Tom é uma graça, bonito, muito educado e claramente interessado nela porém, tem uma mãe controladora que custa a perceber que o filho cresceu e precisa viver a própria vida. Na verdade, Tom acha muito natural a forma como a 'mãezinha' controla sua vida e a de quem se envolve com ele. Jenny não está muito certa se irá encarar ou não esta situação, de mãe louca já chega a dela.


Jenny possui duas grandes amigas na vida real, Sally e Paula. Sally é casada e tem duas filhas pequenas e Paula é sua colega de trabalho. Gostei de cada uma destas personagens pois, são estas pessoas que conhecem a verdadeira Jenny e estão sempre a postos para ajudar sempre que necessário.
Este é o primeiro livro da autora e tenho o prazer de dizer que Maria Duffy começou com o pé direito. Achei a trama muito divertida mas, ao mesmo tempo em que diverte, também deixa o leitor apreensivo com alguns acontecimentos que vão aparecendo no decorrer da leitura, digamos que "Minta que Me Ama" seja um chick-lit com pitadas de drama, uma combinação que deu super certo na minha humilde opinião.

"...Bem, dizem que você tem que ter cuidado com o que deseja, não é mesmo?!" Pág 17.

"Isso só prova que não há nada tão ruim que não possa ser piorado." Pág 23.

" Não me preocupei nem um pouco por saber que Tom ainda vivia com a mãe, mas nunca esperei, nem por um minuto, que ele fosse um "menininho da mamãezinha"! Ele tem 35 anos, poxa, não cinco! E claro que poderia estar olhando para mim com aqueles olhos de admiração, não para sua mãe!" Pág 99.

"Minha mãe sempre disse que a vida é imprevisível e que nunca se sabe o que vai acontecer. Afinal de contas, talvez ela tenha razão!" Pág 143.





9 comentários :

  1. AAAH, adooooro ler tramas natalinas, principalmente se for na época de natal mesmo... mas mesmo não sendo, eu gosto também hahahaha
    queria ter lido este no natal, mas estava com tanto livro na estante que não quis comprar mais =/
    adoro quando as tramas tem este lado mais tecnologico, tipo com twitter ou facebook kkkkkk
    este parece ser ótimo, espero conseguir ler ele.. mesmo não sendo mais natal ahahaha

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Eu ainda não li nada da autora. Essa capa ficou lina demais, e só ela ja me deixa curiosa para ler.
    Gostei do contexto da história e o pano de fundo, o livro parece ser ótimo. Quero ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amiga eu simplesmente fiquei bastante curiosa sobre a história, porque eu ainda não li essa obra. Mas está na minha meta de Janeiro. Estou para ler assim que terminar Simplesmente Acontece que estou na verdade amando e acho que vc deveria ler se vc ainda não leu, porque vc vai amar ! hahahaha

    Olha eu achei que vc abordou muito bem a história do livro.
    Fiquei ainda mais animada quando vc disse que é um tipo chick-lit, porque é um gênero que eu gosto também e acho que o Simplesmente Acontece pode ser considerado também, porque eu dou tanta risada que vc nem imagina (risos)

    Mas enfim...Olha amiga parabéns pela sua resenha.
    Está ótima. Espero poder gostar tanto como vc gostou.
    Vamos ver né? hehehehe

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que lindeza de livro! E bem grandinho né.
    Eu tenho alguns amigos do twitter, nunca pensei em convidá-los a vir me visitar, mas caso eu faça isto, seria bom ler o livro antes né.

    Laura.

    ResponderExcluir
  5. Oi Van!
    Deixei esse livro na minha pilha de meta de leitura de janeiro \o/
    Bjks!

    ResponderExcluir
  6. Oii
    Você gostou mesmo do livro. Nunca é tarde para resenhar..rs
    Eu tenho muita curiosidade em lê-lo, mas ainda não tive oportunidade.
    Não sabia que era o primeiro livro da autora, mas que bom que ela agradou.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Ahhh Vanessa, eu adorei este livro porque ele é engraçado e porque me identifiquei com a personagem. Não é bem natalino então acho que você ter colocado a resenha agora nem faz diferença mesmo. rsrsrsrs
    Mas adorei o estilo de cada personagem porque quem não diz que podemos ser assim mesmo né? Cada pessoa de um jeito bemmm diferente? Adorei de verdade a leitura!

    Greice

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Vanessa! Desde que li a sinopse desse livro fiquei morrendo de vontade de ler, mas acabou que não tive tempo de ler perto do Natal. Mas não me importo, vou ler por agora mesmo rs. A história parece ser incrível, e trazer ainda meio que uma lição de moral, não? Espero que seja bem bom!

    Beijos,
    Adri Brust
    http://stolenights.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Van!

    Olha, confesso que não tenho tanto interesse no livro, tanto que ainda está na minha estante, não sei, mas o enredo não me cativou a ponto de pega-lo para ler, pelo menos ainda, rs. Enfim, gostei da sua resenha.:D

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...