Os Solteiros - Meredith Goldstein - Editora Novo Conceito:


Sinopse:

Hannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abandonou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da faculdade quase namorou Hannah — e não se esquece disso... Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica. Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens...
Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.


Resenha:

“Cinco adultos. Cinco pessoas com idade suficiente para ter conquistado alguma tranquilidade. Mas sossego é algo que passa longe de suas vidas confusas.”

Sabe quando a gente pega um livro para ler e já sabe que ele irá te agradar mesmo que a trama não contenha graaandes enredos? Então, é este o caso de Os Solteiros. Ele é bem o que eu imaginava, tipo comédia romântica, sem reviravoltas com mensagens super legais. Gente, eu adoro este tipo de livro.
O livro narra a história de Hannah, Rob, Vicki, Phil e Joe, todos solteiros e que possuem em comum a amizade com Bee que está para casar com Mat, o grande amor da sua vida.
Cada capítulo do livro leva o nome de um dos personagem e o enredo em si traz o casamento de Bee e Mat sob a visão de cada um destes, intercalando suas histórias pessoas em meio às opiniões. É imprescindível estas revelações pois, precisamos conhecer mais a fundo cada um dos cinco personagens para que possamos nos inserir no contexto da trama.

“Não importa o que você planeje fazer: os solteiros sempre aprontam alguma.”

O casamento é o pano de fundo para o desenrolar da história, tudo se passa durante o evento, por isto o livro é tão curtinho (253 páginas), apesar de tantos personagens com vidas tão diversas e ao mesmo tempo com tantas semelhanças, afinal, no fim das contas, todos buscam a mesma coisa, a felicidade, gostaria que muitas das histórias fossem um pouco mais elaboradas e contadas a nós com mais detalhes. O livro termina de forma meio abrupta e nos deixa meio de queixo caído e se perguntando: Como assim??? Mas é assim mesmo, nem tudo precisa ser previsível não é mesmo?! Talvez por isto eu tenha curtido tanto a história que é bem leve e possui personagens descontraídos e divertidos que nos fazem torcer para que cada um encontre a sua cara metade ou resolva problemas dos passados. Eles são tão sensíveis e próximos de nós que fica fácil se identificar com várias passagens e acontecimentos.
É um livro para sentar, relaxar e ler de uma vez só, muitas vezes imaginando-se no lugar de algum dos personagens ou mesmo identificando algum (a) conhecido (a). Não há dramalhões, mas há sem dúvida muitas passagens engraçadas e que irão lhe garantir muita risada.

Querem uma boa notícia? Ao que parece os direitos autorais foram negociados e o livro pode virar filme ou série de TV, só espero que não mudem taaanto e que pelo menos lembre o livro né, por que as vezes.....


“Quando era solteira, Bee tinha raiva de noivas que não lhe davam um convite para acompanhante só porque ela não tinha um namorado. Bee prometeu que, quando casasse, mandaria convites para os acompanhantes de todo mundo. Ninguém teria de ir sozinho.”






2 comentários :

  1. Esse está na pilha de leitura, em breve (talvez quem sabe) sai resenha lá no Sempre Romântica.
    Beijos amore!

    ResponderExcluir
  2. Pena não estar aqui em Portugal se não já estava na pilha para o ler.
    Beijinhos e boas leituras;)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...