As Pontes de Madison - Robert James Waller - Única Editora:


Sinopse:

As Pontes de Madison - O ano é 1965, e a cidade de Iowa, interior dos Estados Unidos, parece estar ainda mais quente nesse verão. Francesca Johnson, uma mãe de família que vive uma vida pacata do campo, não espera nada além dessa temporada do que o retorno dos filhos e do marido, que viajaram. Sua tranquilidade, porém, será interrompida com a chegada de Robert Kincaid, um fotógrafo de espírito aventureiro que recebeu a missão de registrar as belíssimas pontes de Madison County.

Francesca e Robert comprovaram para o mundo que o valor das coisas está realmente na intensidade que elas carregam e não no tempo que duram. Casada, mãe, Francesca não deveria ter sentimentos tão fortes por esse fotógrafo. Assim como ele, um homem tão livre, nunca se viu tão preso a alguém que acabou de conhecer. E é justamente assim que as paixões intensas funcionam: é como ser atingido por um raio quando menos se espera, e, de repente, seu corpo e sua existência estão preenchidos de energia, sem ter como voltar atrás para o estado anterior. E perdemos todo e qualquer pudor ao ver que é possível, uma vez mais, encontrar espaço para dançar.

As pontes de Madison dá voz aos anseios de homens e mulheres de todo mundo e mostra, por meio desse encontro fortuito e avassalador, o que é amar e ser amado de forma tão ardente que a vida nunca mais será a mesma.


Minha Opinião:

Este é um daqueles livros que te derrubam de uma maneira que não há explicação e que ainda assim te deixam maluca de vontade de relê-lo assim que vira a última página!!!
Chorei como não choro a muito tempo com um livro, mas não é para menos, o sentimento que esta obra emana é tão intenso que eu duvido que alguém seja capaz de terminar a leitura sem derramar pelo menos 1 lágrima (no mínimo!).


Eu nunca havia assistido ao filme, no entanto, sempre vi dizerem que era muito bom, mas nunca tinha me despertado o interesse, claro que isto mudou assim que cheguei na metade da leitura do livro. Assisti o filme no mesmo dia em que terminei a obra e minha Nossa Senhora, chorei mais uns 5 litros!!!!

As Pontes de Madison é uma história madura sobre um casal maduro que, por ironia do destino conheceram o verdadeiro amor justamente quando não havia mais espaço para este tipo de sentimento em suas vidas.


Francesca era uma mulher casada há muitos anos e já com dois filhos adolescentes caminhando para a fase adulta de suas vidas. A família vive no interior de uma cidade muito pequena e singela onde todos se conhecem e acreditam poder julgar as ações um do outro condenando duramente aqueles que pisam em falso.

Robert Kincaid é um fotógrafo morador da cidade grande que, está em Madison County para uma matéria sobre as sete velhas pontes cobertas de Madison que, serão publicadas na revista National Geographic. Robert é divorciado há muitos anos e não tem filhos, sua casa é basicamente sua caminhonete, não há nada que o prenda e ele viaja o mundo em nome de seu trabalho. Não há ninguém tão bom quanto Robert, suas fotos são sua arte, ele é original e ousado e sabe do seu valor.


Francesca é uma mulher frustrada. Nasceu e viveu na Itália até o dia em que conheceu seu marido e mudou-se para sua propriedade onde começaram sua vida em família e estão até hoje. Francesa tinha sonhos que não pode realizar devido a vida sem ambição que o marido levava e seguiu levando mesmo após o casamento. Esta mágoa ela carrega desde que percebeu que seus dias estavam limitados à rotina do campo.

Eis que num determinado final de semana, seu marido e seus filhos precisam viajar para uma exposição de terneiros onde a filha iria expor o seu animal, a viagem levaria alguns dias pois, o local era um pouco distante.


Francesca estava sentada na varanda quando uma misteriosa caminhonete estaciona na entrada da sua casa e dela desce uma estranha figura vestindo uma calça jeans surrada combinando com uma camisa igualmente surrada. Robert está perdido e resolve parar e pedir informações de onde fica a ponte Roseman, sem saber bem o motivo, Francesca explica que ela está perto e se oferece para levá-lo até o local.

“Ele me deu uma vida inteira, um universo, 
e transformou minhas partes fracionadas em um todo.”



Esta pequena loucura vinda de uma mulher desacostumada com surpresas, sutilmente os leva a um caminho sem volta. É impossível ignorar a tensão existente entre eles desde o momento em que se olham pela primeira vez. A princípio Robert e Francesca por razões óbvias tentam evitar a atração, mas esta é maior do que tudo e mesmo ela, uma mulher respeitada por todos e que respeita o marido, não consegue negar que algo muito forte aconteceu no exato momento em que aquele carro estacionou na sua frente e dele desceu aquele homem incomum e ao mesmo tempo irresistível.


Estou tentando falar sobre um livro que me emocionou muito e que deveria ser lido e relido muitas vezes (sem dúvida será!). Aqui está uma história sobre amor, sobre respeito, sobre vida e sobre qualidade, sobre quatro dias que mudaram duas vezes para sempre e que deixou marcas profundas até o último dos dias de seus protagonistas!!!
Simplesmente lindo!!

http://www.editoragente.com.br/




9 comentários :

  1. Esse livro está na minha lista e ele parece emocionante a cada resenha que leio! Imagino os problemas que o casal enfrenta, seus dilemas em uma cidadezinha em que ninguém escapa de julgamentos por um pequeno erro ou um gigantesco e principalmente o amor que vivem que floresceu em uma época tão inconveniente, mas que parece ao mesmo tempo certa - afinal, teriam vivido isso se tivessem se conhecido antes, em sua juventude?
    Enfim, adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oii querida, tudo bom?
    Tenho muita curiosidade com a leitura, já vi muitos comentários positivos sobre esse livro.
    Um beijo.
    Garota do Livro

    ResponderExcluir
  3. Olá, Vanessa! Td bom?! Sou o Dan. Conheci seu blog agora e achei super criativo e interessante. Espero poder acompanhar ^^ Já seguindo *-*

    Eu vi esse livro no site da editora e já coloquei na minha listinha (tá mais pra listona) de leitura. Parece ser super emocionante, de acordo com sua resenha! Rsrs.

    ABRAÇOS DO DAN ^^

    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse livro, mas eu fiquei completamente encantada por esse email. Amei de verdade! É um livro que eu adoraria ler! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Van!
    O livro deve ser lindo! Já quero!
    BJks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiii Vanessa, tua resenha é uma mais que leio sobre esse livro que me parece encantador. Ele já tá na minha lista de leituras já faz um tempo, mais ainda não li pois tenho outros prioridades. Mais fiquei muito feliz em saber a tua opinião a respeito dele, não sei como termina, mais acredito que não seja muito bem. Sei lá, acho que o assunto de uma certa forma é meio polemico né, as coisas não sairiam tudo bem e obrigado sendo ele o que é. Enfim, vou procurar ler ele o mais rápido possível.

    bjus
    Vento Literário / No Facebook

    ResponderExcluir
  7. Van!
    Já assisti o filme há alguns anos e essa semana tive oportunidade de assisti-lo novamente, porque passou no canal fechado e é realmente uma história de mudança de vidas...
    Quero poder ler o livro para ver se é igual ou se a adaptação é muito diferente...
    Semaninha de luz e paz!
    “Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas...”(Chico Xavier)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia a história, mas se você disse que é bom..
    DICA ANOTADA

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Vanessa,

    O filme é bem conhecido e de muito sucesso, agora pela sua resenha vemos que o livro é ainda melhor e essa capa também é muito bonita....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...