Uma Curva no Tempo - Dani Atkins - Editora Arqueiro:


Sinopse:

Uma Curva no Tempo - A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?


Opinião:

      Ô livro lindo!!! Ô livro lindoooo!
     Uma Curva no Tempo inicia com uma turma de amigos reunidos para um jantar de desedida já que todos irão seguir caminhos diferentes depois do ensino médio. O encontro é em clima de nostalgia, mas, eles acreditam que irão conseguir manter a amizade apesar da distância e novos rumos.

"- Pensei que algo tinha acontecido na noite do acidente. Algo relacionado ao tempo. Pensei que a realidade tinha... - Hesitei. Dito em voz alta, aquilo parecia mesmo uma tolice. - Que a realidade havia de algum modo se dividido em duas." Pág 135

     Rachel, Matt, Sarah, Jimmy, Phill, Trevor e Cathy são uma turma animada e se conhecem a muito tempo. Rachel é namorada de Matt e tem Sarah e Jimmy como seus melhores amigos, dentre todos os outros. Cathy é a mais nova na turma e, apesar de Rachel gostar dela, o mesmo não pode dizer de Sarah que, não simpatiza muito com a garota. Trevor e Phill são gente boa, mas pouco comentados no livro.


     Mas como eu ia dizendo, os sete amigos estão sentados numa mesa em um restaurante perto de uma grande janela de vidro, contando um para o outro o que pretendem fazer nesta nova fase de suas vidas quando, um carro desgovernado vem enlouquecido pela rua e atravessa a janela no qual eles se encontravam. Por sorte o grupo viu o que estava acontecendo e conseguiu sair a tempo porém, por um descuido, Rachel ficou presa por uma cadeira caída e quase não teve esta sorte mas, quando ela se dá conta do que aconteceu e de como conseguiu sair do lugar onde seria fatalmente atropelada, seu mundo acaba. E agora, como lidar com a tragédia que ocorreu por sua culpa? Por não ter agido rápido quando todos seus amigos já estavam longe da janela? Como ela pode ter sido tão estúpida?

“Não tenho certeza do que estava procurando: seria uma prova definitiva de que todo aquele mundo ao meu redor era falso, ou evidências que provassem que, inacreditavelmente, tudo podia ser real?”

     A narrativa do livro se desenrola cinco anos depois do acidente com Rachel morando sozinha num simples e pequeno apartamento em cima de uma lavanderia, trabalha como secretária numa empresa e seu pai está definhando cada dia mais por conta de um câncer. Sua vida nem de longe parece aquela que sonhou e poderia ter tido há cinco anos atrás, simplesmente seu mundo acabou naquele dia, ela se recusou a ver a vida com o brilho que antes lhe era tão seu.


     Seus amigos seguiram com suas vidas. Sarah está de casamento marcado com um rapaz que conheceu na faculdade e, por conta do casamento da amiga, Rachel precisará retornar à sua cidade natal e reviver todo o terror daquele acontecimento. Ela sabe que precisa fazer isto pela amiga, mas, se pudesse escolher, nunca mais retornaria.

“- O problema é que a toda hora me provam que tudo o que tenho como verdade absoluta é falso. É muito perturbador.”

     Enfim, Rachel está de volta e, não resistindo às lembranças mais dolorosas, decide enfrentar e visitar os lugares que lhe são mais sensíveis. Algo acontece com ela num determinado local. Rachel sente-se mal, com uma dor na cabeça fora do normal, ela acaba desmaiando e, quando volta a si, está numa cama de hospital. Assim que abre os olhos e olha para seu pai, nota que as coisas estão diferentes, mas, só quando recebe uma determinada visita é que percebe que o mundo não é mais o mesmo, definitivamente sua vida sofreu uma grande mudança depois do desmaio.


     Mas como provar a todos que eles estão errados? Que aquela não é a vida real? Que nada daquilo está de fato acontecendo? Ou será que ela é que está louca e confundindo tudo? O que dizer de seus últimos 5 anos mal vividos? Foi tudo uma farsa ou o que ela vê agora é que não passa de uma ilusão?
São muitas as dúvidas, as incertezas, mas uma coisa é certa: a vida que ela tem agora é infinitamente melhor que a de antes, porém, Rachel quer ligar os pontos e saber o que está acontecendo mesmo que isto lhe custe acordar do sonho bom e ter que enfrentar sua terrível realidade.

     Ai meu Deus do Céu, que livro mais lindo, que escrita, que narrativa mais perfeita! E pensar que este é o primeiro livro da autora, tomara que ela não pare nunca de escrever e venha nos brindar com mais obras lindas como esta.


     Uma Curva no tempo é um livro extremamente tocante e sensível. Apesar do fundo melancólico, a trama é linda e amarra o leitor a cada página virada. Eu não nego que pouco depois da metade do livro, por conta de alguns toques que a autora deu, pude desvendar o grande mistério das duas realidades da personagem, porém, não via a hora de chegar no final e saber se estava certa ou não e o que o desfecho me reservaria...


     Dani Atkins me deixou desolada ao concluir a leitura, mas, ao mesmo tempo com a sensação de melhor escolha. Eu não conheço uma quantidade de palavras que possam ser suficientes para descrever o quanto gostei deste livro, quer dizer, do quanto amei este livro. Uma Curva no Tempo está longe de ser apenas uma capa bonita (#linda), é uma obra para sensibilizar, para comover, impossível não ver a vida de forma mais sentimental depois desta leitura!!






8 comentários :

  1. adoro livros assim, cheios de emoção e acontecimentos tristes
    é impressão minha ou virou uma coisa meio comum incluir personagens com câncer nas tramas? ;x
    desde que o livro lançou eu estou bem curiosa para ler ele. a principio tinha uma ideia mais romanceada da trama, mas tudo bem... kkkkkk
    ainda assim preciso ler logo! *-*

    ResponderExcluir
  2. Olá Van,

    Já tinha ouvido falar desse livro e me encantei com a história.
    Sua resenha só aumentou a vontade de lê-lo!


    Ps. As fotos estão lindas!!

    Beijinhos
    Jessica Correa
    www.blogmodernagem.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Van!
    Eu ainda não comecei a leitura desse livro, preciso começar!!
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Van!
    Estou looooooooouca atrás desse livro. Não vejo a hora de ler e depois da sua resenha, me empolguei ainda mais.
    Adorei!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já li muitas resenhas bem positivas sobre este livro, eu ainda não tive a oportunidade de lê-lo mas quero sem dúvida, principalmente devido a sua opinião.

    Laura

    ResponderExcluir
  6. A capa é linda, a leitura parece linda, mas fiquei meio tocada com relação ao que vc falou sobre o final, se eu ler vou debulhar em lágrimas provavelmente kkkkkk
    dica anotada, já estava mesmo querendo ler esse livro
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Van
    Esse livro é muito lindo mesmo, eu me emocionei com ele. E que final né? Perfeito.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Van!
    Ganhei esse livro e estou doidinha que chegue para começar a leitura!
    Boa semaninha!!
    “A cada bela impressão que causamos, conquistamos um inimigo. Para ser popular é indispensável ser medíocre.”(Oscar Wilde)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...