Prometo Falhar - Pedro Chagas Freitas - Ed. Novo Conceito:


Sinopse:

Prometo Falhar é um livro que fala de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. Em crônicas desconcertantes, Pedro convida o leitor a revisitar suas próprias impressões sobre os relacionamentos humanos.

A linguagem fluida, livre, sem amarras, faz querer ler tudo de uma vez e depois ligar para o autor para terminar a conversa . Medo, frustração, inveja, ciúme e todos os sentimentos que nos ensinaram a sufocar são expostos sem pudores. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra que é possível sair ileso de tudo, menos do amor. Você escolhe a ordem em que vai ler as crônicas do jovem escritor que tem 21 obras publicadas e é sucesso de vendas em Portugal.

Prometo Falhar foi o livro mais vendido de Portugal em 2014 e chega ao Brasil com mais de 100 mil cópias vendidas na edição portuguesa.


Opinião:

Não é a toa que este livro vem fazendo tanto sucesso em Portugal, felizmente temos a oportunidade de descobrir o motivo e comprovar tanto barulho.



Vamos começar comentando sobre a capa e diagramação, eu não costumo avaliar estes pontos, mas neste caso, é tudo tão perfeito que eu preciso elogiar. A capa é tão perfeita que só de olhar para ela você já sente todo o clima da narrativa.


Não trata-se exatamente de uma história com início, meio e fim, com um casal principal e tal. Pedro Chagas construiu um universo diversificado com crônicas dotadas de sensibilidade, histórias belíssimas de amor, amizade, angústias, dúvidas, família... As crônicas (ou contos) não possuem título, você é meio que inserido no contexto sem uma preparação, mas com certeza isto foi uma boa sacada do autor, faz a gente pensar e se esforçar para captar a mensagem. Como eu disse, não é um livro típico.



De uma coisa eu tenho certeza, é impossível falar deste livro no tom que ele merece, com todo o sentimentalismo que existe em suas páginas. A forma com que o escreve é tão tocante que você acaba se sentindo mais leve depois de iniciada a leitura, já nas primeiras páginas você se dá conta da imensidão do livro, sério, não é necessário avançar muito para perceber que este não é um livro como os que você está acostumado a ler...



Não é clichê dizer que depois desta leitura eu me sinto outra pessoa, sem dúvida uma pessoa muito melhor, muito mais sensível e que se deu conta de que não reparava nas pequenas coisas da vida, do dia a dia, daquilo que realmente tem valor, é isto o que o livro faz com você, te deixa comovido, te deixa leve.



Aqui não há inverdades, são apenas coisas possíveis, amores reais, de fácil identificação, amores românticos, maternais, paternais, entre irmãos, entre amigos, enfim, amor em todas as formas e, como já nos diz o título, amores passíveis de falhas, nunca perfeitos e ao mesmo tempo tão perfeitos!!!










12 comentários :

  1. Oie,
    eu não estava curiosa para ler o livro até ver sua resenha.
    Pelo visto a coisa realmente é boa hein!

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiii, tudo bom?

    Infelizmente aonde estou vivendo ainda não tem esse livro, então ficarei na vontade mas, foi bom ler a sua resenha e já saber a grandiosidade da obra. Já ouvi falar dele por algumas blogueiras portuguesas e já vi várias indicações, que coisa boa que a obra tenha sido lançada no Brasil, eu sempre fico feliz quando vejo autores portugueses, brasileiros, latinos ou espanhóis fazendo sucesso, a gente deseja sucesso pra todos, mas quando são os nossos conterrâneos, gente próxima, fica mais gostoso!!!
    Confesso que acho novo a forma de escrita, sme uma história em si com protagonista e tals, mas acho que é exatamente essa diferença que faz o livro se destacar e ser uma obra digna de ler e suspirar

    Beijokas, Alice

    http://naprateleiradealice.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu estou com esse livro na minha estante e vou começar a ler semana que vem. Fico feliz que fez uma resenha positiva sobre ele. Tenho certeza, que vou amá-lo tanto quanto você.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa,
    Ainda não lido nenhuma resenha sobre esse livro e apesar dele ser de um gênero que não costumo ler com frequência eu gostei da proposta e fiquei curiosa para lê-lo.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Van!
    Estou com livro aqui na mesa para começar a leitura, vamos ver se vou gostar \o/
    Bjks!

    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Van!
    Adorei a resenha, não conhecia a história ou o autor, mas fiquei muito interessada na leitura.
    Beijos!
    www.lindaestante.com.br

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha. Eu sempre gostei de crônicas, desde criança eu ia na biblioteca da escola pra pegar livros assim e copiar alguns textos na minha agenda. Os que tinha romance sempre foi meu preferido.

    http://talento-feminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei muita da resenha porque no início não pedi esse livro pois fiquei com medo de não fazer meu estilo de leitura.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Van! Tudo bem? Li poucas resenhas desse livro por enquanto e até agora nenhuma delas me decepcionaram! Confesso que eu não dava nada pela sinopse, mas a medida que o pessoal foi lendo e se encantando pela história, minha curiosidade cresceu. Espero não me decepcionar. E a capa, super me conquistou
    Beijokas!!!
    http://viciadasemlivros911.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá Vanessa,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, não sabia o que esperar dele, confesso que tenho um pé atrás, mas pela sua resenha vejo que vale a pena, vamos ver.....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Van!
    Delícia quando podemos aprender com um livro, quebrar nossos paradigmas e enxergar as coisas de forma diferente.
    Será minha próxima leitura e estou ansiosa.
    Todos os dias leio um cartãozinho desses e adoro!
    Uma semaninha mais que abençoada!
    “Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.”(Machado de Assis)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...