Os Bons Segredos - Ann Leary - Companhia Editora Nacional:



Sinopse:

Os Bons Segredos - Hildy Good é uma caipira chique que sempre viveu numa histórica comunidade da região da costa norte de Boston. Ela sabe quase tudo sobre todo mundo. Hildy é descendente de uma das bruxas de Salém, e acredita-se que ela possa ter herdado alguns dons paranormais.

Não é verdade, claro; ela apenas é boa em decifrar as pessoas. Hildy é boa em várias coisas, aliás. É uma bem-sucedida corretora de imóveis, mãe e avó. Seus dias são atarefados, mas suas noites têm sido solitárias desde que suas filhas, convencidas de que a mãe estava bebendo além da conta, a mandaram para uma clínica. Agora ela está em recuperação — ou não.

Os Bons Segredos é ao mesmo tempo cômico, triste e mordaz. Um clássico tipo de história que revela os segredos de uma cidade pequena, esse espirituoso romance vai ficar na memória do leitor até muito tempo depois de terminada sua leitura.


Opinião:

Para começar, classifico este livro como um romance comovente, emocionante e bem-humorado. Com estes ingredientes, eu tinha a absoluta certeza de que iria adorar o livro e foi exatamente isto o que aconteceu!

Hildy Goog é corretora de imóveis, uma das melhores da região, mora numa cidade pequena, porém turística devido à praia que recebe muitos visitantes e interessados em comprar casas milionárias.

Hildy é uma senhora bem ativa, mesmo já tendo chegado à terceira idade. Separada, mãe de duas filhas, e com um neto pequeno, Hildy 'luta' para se livrar do rótulo de alcóolotra, na verdade ela luta para esconder que mesmo depois de tendo passado um tempo internada (por decisão das filhas) ainda não abandonou a bebida. Ela mantém em casa um estoque de vinho e bebe quando está sozinha. O problema é que Hildy não lembra de nada o que faz quando está sob efeito do álcool, ela é capaz de sair de carro, de ligar para as pessoas, das mais variadas ações sem lembrar de nenhuma delas no outro dia, mesmo quando as pessoas afirmar que ela fez tudo aquilo.


Além do vício em bebida, Hildy é vista como uma 'bruxa local'. Isto se deve à habilidade que ela possui de interpretar palavras e gestos muito melhor do que qualquer psicólogo renomado e também ao fato dela ser a oitava bisneta de Sarah Good, uma das bruxas de Salem. Na verdade, ela não possui nenhum poder paranormal, mas sabe mesmo como arrancar confissões das pessoas que ficam admiradas com seu talento.

Dentre os personagens principais deste livro, temos Rebecca, uma nova moradora da cidade, uma mulher misteriosa e ao mesmo tempo amistosa que se identifica com Hildy e faz dela sua melhor amiga. Além dela, há Peter Newbold, o psiquiatra local e que também mantém um bom relacionamento de amizade com Hildy.


Não posso esquecer de mencionar o peculiar Frankie, o faz tudo da região. Ele exerce várias funções, possui uma equipe que faz consertos nas casas, caminhões que recolhem o lixo e por aí vai. É um homem de bom coração, mas sem muita higiene e vaidade, ainda assim, desperta alguma coisa em Hildy...
A escrita da autora é tão leve e fácil de se ler que você não consegue largar o livro, mesmo não havendo nenhum graaande acontecimento na trama, é mesmo uma história baseada no drama de sua personagem principal, nas mentiras que ela precisa inventar e sustentar para que sua família e amigos não descubram que ela nunca conseguiu se livrar do seu vício.


O tema é um tanto forte, mas o livro me deixou leve e relaxada, méritos à autora e à editora pela brilhante ideia de publicar a obra no Brasil. Obrigada Companhia Editora Nacional!







8 comentários :

  1. Pela sua resenha, esse livro parece ser muito fofo.
    Eu achei que a capa combinou com a história...
    Beijos!
    http://balaiodebabados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Van
    Não conhecia o livro, mas a trama dele parece ser bem envolvente e gostoso de ler. Fiquei com vontade de saber mais da obra, sabe?

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Van!
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei legal o fato da personagem ser uma bruxa sem os poderes sobrenaturais que a gente vê em outros livros. Parece ser uma boa leitura!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Não havia ouvido falar deste livro até agora, mas ele me deixou bem curiosa e se for envolvente, e bem humorado como promete ser, tenho certeza de que vou gostar dele e de seus personagens.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi Van!
    Que livro interessante! Gostei bastante da trama, fiquei curiosa \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    gostei.
    Acho que pela capa não compraria, mas por você falar que é bem leve achei interessante.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Vanessa,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui, parece muito bom e fiquei bem curioso, ótima dica....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Van!
    Alcoolismo é realmente um tema forte de ser abordado, mas pelo que li de sua resenha, a autora soube conduzir de forma hilária que deu leveza ao livro.
    Não sabia que era um clássico, na verdade, nem conhecia o livro, porém gostei demais.
    “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...