(Primeiras Impressões) A Substituta - Clara Brandão - Editora Arwen:

Sinopse:

Nathan Robins é um cara de sorte. É famoso, rico, bem apessoado e casado com Park Jihyun, uma mulher adorável e bem-sucedida que o ama muito. No entanto, todas essas coisas não impedem que Jihyun seja diagnosticada com um câncer em estágio terminal meses após o casamento dos dois. A vida de Nate passa por uma grande reviravolta.

Sem perspectivas, ele toma decisões erradas que o levam cada vez mais para baixo. Ele não consegue aceitar que existe uma razão para tudo o que está acontecendo.

Nathan conta, junto com tantas outras coisas, o que é enxergar a luz quando se está na escuridão.


Título: A Substituta
Autor: Clara Brandão
Gênero: Romance
Ano: 2016
Idioma: Português
Páginas: 226
ISBN: 978-85-68255-00-0
Acabamento: Brochura

Minha Opinião:

Nathan Robins é o nosso protagonista astro. Sua história começa na Ásia quando ele, já na chegada ao Aeroporto de Seul para uma turnê e acaba se perdendo de sua equipe. Sem conseguir se comunicar passa a interceptar as pessoas tentando encontrar alguém que saiba falar inglês, até que encontra uma garota com cabelos castanhos apoiada no balcão de uma Starbucks, esta era Jihyun e felizmente ela sabia falar inglês.

Nathan fica muito agradecido pela ajuda da menina e dá a ela um ingresso para seu show que aconteceria naquela mesma noite. Jihyun também é cantora e sabe quem é Nathan, conhece suas músicas. Ele já é uma estrela começando a receber o merecido reconhecimento por seu talento, Jihyun é uma jovem menina de 14 anos e está em fase de ascensão na carreira, mas também têm futuro, pois, canta muito bem e tem carisma.

Os dois não demoram a firmar uma amizade e, durante todos os sete dias em que ele permanece na Coréia do Sul, ela torna-se sua inseparável companhia, sempre lhe auxiliando na comunicação com as fãs. Não foi fácil retornar à Los Angeles, ainda mais sabendo que estava apaixonado por Jihyun. Os dois continuaram a se comunicar apesar da distância, a internet passou a ser uma aliada.

Quando Nathan completou 17 anos, teve novamente a oportunidade de encontrar Jihuyn e, para sua surpresa ela estava ainda mais linda, havia desabrochado. Sem se conter, Nathan a pede em namoro e dão início à um relacionamento lindo que só tem a crescer devido ao amor que um sente pelo outro. Quem diria que Nathan encontraria o amor da sua vida num aeroporto em meio ao desespero de não saber falar uma palavra em coreano!

A esta altura os dois são artistas de sucesso e conforme o tempo passa, mais a relação se fortalece, rapidamente eles tornam-se noivos e casam-se. A vida de Nathan e Jihyun era o sonho de todos os casais, jovens, lindos, bem sucedidos e apaixonados, o que mais eles poderiam desejar? Mas, como ninguém está imune à tristeza, esta também se faz presente no cotidiano do casal depois de uma notícia que abalou a estrutura tanto de Nathan quanto de Jihyun, principalmente dela que descobre que está doente e que, por ter descoberto muito tarde, já não há muitas esperanças de recuperação.

Claro que eles farão tudo para salvar a vida de Jihyun, mas o processo do tratamento será doloroso para ambos. Ela não aceita sua condição e acaba se afastando do marido. O casamento fica balançado, mas Nathan no fundo sabe que sua amada está com medo do futuro e não sai de seu lado, procura relevar todos os percalços e ajudá-la mesmo quando ela não quer ser ajudada...

Bem, li apenas os dois primeiros capítulos do livro e, prefiro parar por aqui com a descrição da trama, mais algumas coisas acontecem até o final do segundo capítulo, mas acho interessante não expô-las aqui para não estragar a surpresa da história. Eu gosto bastante de sick-lit’s e fiquei contente de poder dar uma expiada nesta trama, claro que estas poucas páginas me deixaram com um gostinho de quero mais, a narrativa da Clara é delicada e leve apesar do tema e você quer saber tudo o que irá se desenrolar, pois ela consegue nos deixar curiosos. Tenho certeza de que o livro será muito bem aceito pelos leitores, a Editora Arwen caprichou na capa que está muito linda, eu não ficaria triste em tê-lo na minha estante, hehe.




14 comentários :

  1. Oi, Van!
    Achei muito fofa a história dos dois... Pena que ela está doente.
    Faz tempo que um sick-lit não me chama atenção..
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  2. OI!!

    Apenas com dois capítulos e você já está empolgada, realmente a escrita da autora imagina conforme a estória for se desenvolvendo?! Acabe logo e nos traga sua opinião completa, estamos ansiosos por isso. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Acredito já ter visto essa capa no facebook. Pela premissa parece ser bom romance fofo para se ler quando você quiser ler algo leve. Continuei a ler a resenha e bateu a bad com essa notícia de doença. Se até essa parte que você leu tem tudo isso, nem quero imaginar o resto do livro, na verdade, leia logo e resenhe. Quero saber se tem o final bom para o casal.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Só pela capa a gente já percebe que é um livro emocionante, só não esperava que abordasse o tema 'doença'. Também gosto deste gênero e ainda espero ver muitas resenhas dele por aí!

    Beijo Laura

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Menina, não sei como consegue ler apenas dois capítulos do livro rs Eu já iria querer todos os capítulos de uma vez! Gostei dessa trama, e quero saber mais sobre ela \o/
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Oi, achei a premissa interessante e mesmo sendo só os dois primeiros capitulos, já deu uma impressão que o livro é muito bom, e eu gosto de sick lit's, então acho que vou gostar de ler esse livro. Achei muito fofo o casal, uma pena que ela fica doente :(
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Oi Van, sua linda, tudo bem?
    Eu também gostei muito da capa, uma cor que não é fácil de encontrar nos livros. Mas depois de descobrir que ela está doente, eu voltei para ler o título do livro e meu coração ficou muito apertado, será que o final será trágico? Por isso ela irá procurar um novo alguém, uma substituta para ficar com ele? Suas impressões inicias ficaram ótimas, não vejo a hora de ler sua resenha .
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Parece ser uma história triste, pelo menos pelo pouco que você expôs, mas tenho a impressão que deve ser acima de tudo uma história gostosa de ler. Porém, não acho que eu leria, não sou muito fã de sick-lit, apesar de ter gostado dos poucos que li, mas esse eu vou passar!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Van! Tudo bem?
    Essa capa é mesmo muito linda e, na verdade, antes da sua resenha, foi a primeira coisa que me chamou atenção no livro. E, nossa, quanta coisa para acontecer em apenas dois capítulos! *o* Confesso que fiquei um pouco receosa com isso agora, com medo de que as coisas todas tenham começado e se desenvolvido rápido demais, particularmente me irrito com isso, mas ao mesmo tempo fico um pouco intrigada por saber o que, então, irá perpetuar pelos próximos capítulos - pois, aliás, não li a sinopse, passei direto para o seu resumo da obra, e acho que quero me surpreender com o mais que vier na história deles, caso venha a surgir uma oportunidade de leitura.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi Vanessa!
    Só por essa premissa a história parece ser arrebatadora, daquelas que faz a gente terminar a leitura com o nariz vermelho de chorar.
    Gosto muito de sick-lit quando ele é bem trabalhado e tem uma história que se mantém coerente. Não gosto de nada muito mirabolante, com tragédias por todo lado e um final que acaba sendo tão surpreendente que acabam sendo superficiais.
    Fiquei curiosa e vou aguardar o lançamento para ver sua resenha completa e ver se irei ou não querer.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Cara eu to no chão com essa sua primeira impressão do livro e já posso dizer quero pra mim, ai amo esses romances inter-raciais, coisa quase muito exclusiva ela ser coreana, só li um livro até hoje com personagens coreanos, mas gente tinha que dar esse soco no estomago dela estar doente? Já to sofrendo e nem sei como o livro termina!!

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
  12. Oie, Van! Muita coisa acontece nesses dois capítulos, não é? Agora... Eu ainda estou tentando entender a relação entre o titulo e a história kkkk
    A capa está mesmo uma graça e estou curiosa para conhecer o livro, mesmo não sendo muito fã de sick-lits, eu sofro muito com os personagens!
    Anna - Letras & Versos

    ResponderExcluir
  13. Olá pessoal, hj 15/07/16 a Clara Brandão estará na livraria Leitura no Shopping Nova América no RJ, quem puder, aparece por lá pra saber um pouco mais.

    ResponderExcluir
  14. Olá pessoal, hj 15/07/16 a Clara Brandão estará na livraria Leitura no Shopping Nova América no RJ, quem puder, aparece por lá pra saber um pouco mais.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...