(Resenha) Pode Beijar a Noiva - Patricia Cabot - Editora Planeta:


Sinopse:

Quando tudo parece estar perdido para Emma Van Court, que acaba de se tornar viúva, a promessa de uma grande fortuna lhe cai dos céus. Mas há uma condição para abocanhar a herança: ela terá de se casar novamente. Como não se especificou o noivo, todos os homens da pequena Faires, na Escócia, resolvem participar dessa corrida do ouro e passam a disputar as atenções da jovem viúva.
Os competitivos pretendentes só não contavam com a presença de James Marbury, primo do falecido marido, Stuart, que chega ao vilarejo para ajudar Emma com os trâmites do inventário. No passado, os dois tiveram uma aproximação, e James ainda nutre fortes sentimentos pela, agora, viúva.
Conseguirá ele afastar a horda de interesseiros pretendentes e finalmente se juntar à sua amada?


Opinião:

A trama de Pode Beijar a Noiva é ambientada na Londres de 1832 e traz a história de Emma Van Court e do Conde de Denham, na verdade Emma é viúva apesar da pouca idade, apenas 18 anos, além de órfã de pai e mãe. Nossa protagonista vinha sendo criada por um casal de tios até o momento em que decidiu fugir para casar com Stuart, primo do Conde de Denham.

Enquanto que o Conde vivia uma vida de conforto totalmente despreocupado com dinheiro, Stuart tem como objetivo dedicar sua vida à igreja e aos necessitados abdicando de qualquer desperdício de dinheiro, vivendo com o mínimo possível.



Assim que ele e Emma fogem e casam-se, Stuart a leva para viver numa cabana rústica sem nenhum tipo de luxo, numa pequena vila esquecida no mundo. Isto vem a causar revolta na família de Emma e principalmente em James que não recebe bem a notícia do envolvimento do primo com a única mulher capaz de lhe tirar o sono. James é secretamente apaixonado por Emma, tão secretamente que até ele mesmo custa a perceber este fato. Já ela alimenta muita raiva pelo Conde devido a reação deste depois da notícia.

Bem, o fato é que depois de 06 meses de casados, Stuart morre em circunstâncias misteriosas e confusas deixando Emma desamparada, porém, sendo ela forte como é, não se entrega facilmente à tristeza e decide não retornar para casa dos tios já que não deixou uma boa imagem quando de lá saiu. Ela nem mesmo informa sobre o falecimento do marido, nem à família dele.


No entanto, James fica sabendo do ocorrido e vai à procura de Emma, sua real intenção era a de buscar o corpo do primo para sepultá-lo junto aos demais familiares já falecidos, porém, ele logo percebe que não pode deixar Emma sozinha naquele lugar, ainda mais depois de conhecer mais alguns fatos sobre a morte do primo e uma possível herança que Emma terá direito caso case-se novamente, este fato em específico tem deixado os homens da região em polvorosa.

As circunstâncias que se lhe apresentam são favoráveis à James que, vê à sua frente a inesperada oportunidade de se unir à Emma e fazê-la ainda mais feliz do que seu primo provavelmente lhe fez...

Enfim, pela resenha e minhas pontuações nela, vocês podem notar que o livro é uma delícia de se ler, assim como já era de se esperar da autora. 


Eu não tinha mesmo dúvidas de que iria adorar cada página lida, para começar eu sou muito fã do gênero ‘romance histórico’ e para completar, todos os livros que li da autora até hoje me surpreenderam. Claro que o enredo é aquele bem típico dos livros com o mesmo tema, mas a vida (seja ela em 1800 ou 2000) é recheada de clichês, não há como fugir deles... Tá aí um livro lindo e emocionante, com muitos toques de humor e algumas cenas hot’s, tudo isto combinado com uma diagramação impecável e uma capa linda de viver, fórmulas que fazem de Pode Beijar a Noiva um livro maravilhoso!!!



 http://www.planetadelivros.com.br/

13 comentários :

  1. Oi Van!
    Esse romane deve ser um delícia. Um romance típico mas daqueles que conquista mesmo. Tua resenha me deixou super curiosa.
    Nunca li nada da Patrícia Cabot e acho que gostaria dessa obra.
    Gostei da dica. Beijos!
    Lua.

    http://www.luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Van!
    É como você disse, para alguns gêneros não há como fugir de certos clichês, mas adoro quando os atuores brincam com esses clichês trazendo diálogos divertidos. Por isso eu amo tanto esse gênero - e também porque estórias ambientadas em outras épocas, ainda mais londres do séc xix, sempre vão me deixar curiosa!

    Beijos,
    Pri
    vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Van
    Eu tenho este livro com a outra capa, lembro que já faz um tempinho que eu li e adorei. Assim como você adoro os livros da autora e de romances de época. Inclusive agora já faz um tempo que não leio nada del.
    Amei suas fotos.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Van!
    Eu acho muito bacana que a Meg escreve de tudo.
    Faz tempo que não leio romances de época, mas os da Meg como esse estão na lista.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Eu ainda não li esse livor, e gosto da narrativa da Patricia Cabot. Impossível não me encantar com a história leve e envolvente que ela escreve. Muito bom!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?
    Que livro mais fofo e sedutor é esse? HAHAH já fiquei com vontade de lê-lo só pela a sua resenha. Nunca li nada da autora, então acho que esse pode ser um bom começo ♥ To curiosa pra saber como o relacionamento de Emma e James vai se desenrolar (oi, apostei todas as fichas num final clichê ♥).

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  7. Oiii!!

    Aaah Patricia Cabot como quero te conhecer HAHAHA.
    Amo ela como Meg e tenho certeza que vou amar essas obras. É normal esse monte de clichê e acho que o que diferencia com certeza é a escrita do autor. Fiquei feliz que a obra é boa e eu amei essa capa.
    Adorei!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Eu também adoro os livros dessa autora, ela tem uma escrita muito envolvente!
    Nossa o primo morre e ele já traça a mulher dele, como assim? hahahaha :O
    Espero gostar dessa trama, ainda não li o livro, mas estou bem curiosa para ver como tudo vai se desenrolar.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Van!
    Já tinha conhecimento desse livro desde a edição mais antiga da editora, e é um livro mesmo muito elogiado da Meg como Patricia Cabot. Pela sua resenha agora, fiquei visivelmente curiosa e interessada na leitura, um pouco reticente com as cenas mais hot's do enredo, que realmente não gosto, mas quem sabe um dia não venha a lê-lo? Deve ser uma leitura, ao menos, realmente leve e cheia de suspiros, rs.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi Van!
    Nossa, viúva aos 18 anos, que barra!! E pior é que eu acho que eu ia gostar da relação dela com o Stuart, então já fico ressabiada com a leitura por saber que ele vai morrer logo :/
    Parece ser mais um romance histórico maravilhoso.
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Ah paraaa! Já tô apaixonada pelo livro,a história parece ser uma delícia de ler! Acredita que ainda não li nada da autora? Mas vou mudar isso conferindo esse livro <3 Já tô super curiosa pra saber se o Conde está envolvido com a morte do Stuart e prevejo que, se sim, isso tem tudo para dar errado! Bjoss

    http://www.porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Pelo seu resumo não achei a história tão "linda" assim rs mas com certeza não é um livro que eu desperdiçaria. Nunca li nada da autora mas assim como você, sei que muitos adoram ela então sempre tive muita curiosidade.
    E meu Deus, ser viúva aos 18 anos é tenso demais!

    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...