(Resenha) A Rainha Vermelha - Victoria Aveyard - Editora Seguinte:



Sinopse:

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso. Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.


Opinião:

Conheçam Mare Barow, uma plebeia moradora do vilarejo Palafitas no reino Norta. Obviamente nossa protagonista tinha que ser parte dos 'sangue vermelho', aqueles cuja sina é a pobreza e servidão aos 'sangue prateado' que são os ricos e poderosos, aqueles que possuem diversos poderes.


O maior tormento que os sangue vermelho precisam lidar é a guerra pois, assim que completam 18 anos, independentemente de serem homens ou mulheres, são levados aos campos de batalha. Três dos quatro irmãos de Mare já foram recrutados e agora seu décimo oitavo aniversário se aproxima e ela tenta aceitar que nenhum milagre a impedirá de seguir o mesmo triste caminho.

A única chance que eles têm de escapar desta missão é se estiverem trabalhando, mas precisa ser trabalho fixo e sério. Mare se defende praticando furtos com o amigo Kilorn até o dia em que o chefe dele falece e o garoto perde o emprego. Na tentativa de ajudar o amigo, Mare descobre que há uma maneira de transportar pessoas secretamente pelo submundo, mas claro que isto não sai barato e para conseguir o dinheiro, ela irá cometer mais um roubo, acontece que este dará errado.


Depois disto nossa protagonista irá parar no palácio real, a trabalho, uma loucura nunca antes imaginada. Durante uma festa na qual está trabalhando, Mare sofre um acidente e descobre que também possui poderes, mais precisamente que pode controlar a eletricidade, mas como isto pode ser possível se ela é integrante dos sangue vermelho e estes não deveriam nunca possuir poderes? A não ser que Mare seja uma sangue prateado...

Para evitar um escândalo, o rei a obriga a fingir que é uma integrante da aristocracia e a se casar com seu filho Maven, no entanto, é Cal, o outro filho do rei quem lhe rouba o coração. Mare aceita a 'tarefa' visando proteger sua família já que estes podem estar correndo perigo. A partir deste ponto o que vemos é uma rede de intrigas e um belo de um triângulo amoroso entre Mare e os dois príncipes prateados.


Bem, eu tinha muita curiosidade em ler este livro e não pensei duas vezes em pegá-lo assim que a oportunidade apareceu. Posso afirmar que a trama me enganou direitinho, a cada capítulo uma reviravolta me pegava de surpresa, os personagens foram tão bem construídos que vários se destacaram no decorrer da leitura, não apenas Mare que visivelmente cresceu muito desde o início até o fim do livro.

O final foi bem angustiante, e claro que deixa um baaaaita gancho para o segundo volume que espero ler logo pois, quero muito saber o que acontecerá com muitos dos personagens deste. Inesperadamente me vi presa na leitura de uma distopia, logo eu que enchia a boca para dizer que este definitivamente era um dos gêneros que menos me chamavam a atenção, mas com tantos elogios, precisei arriscar a leitura e graças a Deus ela correspondeu totalmente à fama que o livro tem!!!



 http://www.editoraseguinte.com.br/

5 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Van!
    Eu até curti esse livro, mas me decepcionei com Espada de Vidro.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Está na minha lista de "quero" ehehehehehe, mas ainda não comprei, pois tenho um monte de livro parado aqui e odeio quando isso acontece pois fico bem angustiada.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu estou acompanhando essa série e gostando de cada um dos volumes publicados! Esse primeiro é muito bom mesmo, e você vai se surpreender bastante com o segundo.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...