(Resenha) A Caminho do Altar - Julia Quinn - Editora Arqueiro:



Sinopse:

Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.

O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.

Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?

A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

Opinião:


Hummm, então quer dizer que existe mesmo o tão falado ‘amor à primeira vista’? Segundo Julia Quinn em Caminho do Altar, existe sim e Gregory Bridgerton descobrirá ao colocar os olhos em Hermione Watson, o problema é que o sentimento não é recíproco, ela já está interessada em outro rapaz. Gregory vem sendo mencionado desde o primeiro livro da série (O Duque e Eu), onde surgiu com apenas 12 anos de idade, é o caçula da família Bridgerton.



Gregory é um homem à moda antiga (literalmente!), convicto em afirmar que só casará se for por amor, muito romântico e atencioso, mas não é para menos, cresceu presenciando o sentimento entre os pais e depois cada um dos irmãos e irmãs casando com pessoas que amavam e constituindo famílias lindas, lógico que com estes exemplos ele não poderia esperar algo diferente para sua história. Hoje aos 26 anos ele sabe que irá reconhecer sua amada assim que a ver pela primeira vez...


Mas será que tudo sairá da forma como ele vem sonhando há muito tempo? Bem, quando li a sinopse só pude pensar uma coisa: - Vem confusão por aí!!! Claro, as coisas nunca saem como planejamos, ainda mais em se tratando de assuntos do coração, e foi com esta expectativa da descoberta que iniciei a leitura. É numa festa que Gregory vê uma mulher de costas e sente algo inexplicável, Hermione é linda e encanta todos os homens que a conhecem, mas seu coração já tem dono, para desespero de nosso protagonista.

Quem o ajudará na missão de conquista é Lucinda Abernathy, melhor amiga de Hermione e que não aprova a escolha que a mesma fez e acha que Gregory é mais indicado a ela. Lucy é uma garota bonita e prática, simpática e direta, não se considera uma grande romântica e não espera se apaixonar tão cedo. Acontece que Lucy está ‘relativamente noiva’ depois de ter sido prometida pelo tio cerca de 1 ano antes.


Vale comentar que o a trama se inicia com Gregory desesperado pelas ruas de Londres a caminho de uma igreja para impedir um casamento, assim que ele chega (já no meio da cerimônia) se declara para a noiva e a pede em casamento também. Nosso protagonista é muito decidido e faz todo o possível para conquistar o coração de Hermione, mas ele obviamente não está preparado para mudanças bruscas e pode custar a perceber que o amor não vem acompanhado de um manual de instruções e que a surpresa pode ser um ingrediente a mais, é preciso estar aberto às artimanhas do destino.



Enfim, chegou ao fim esta série tão maravilhosa, ouvi dizer que lá fora saiu um livro tendo como protagonista a matriarca da família Bridgerton, seria realmente muito bom se a Arqueiro lançasse por aqui também, pois, é meio triste ter que me despedir destes que têm me divertido e emocionado tanto. Assim como nos demais livros, os personagens de A Caminho do Altar possuem características fortes e decididas, ao mesmo tempo em que são encantadores e apaixonantes. A trama começou um pouquinho parada, mas quando notei tava dando altas risadas, achei engraçadíssimo e o final foi eletrizante. Lindo, lindo, lindo!!


 http://www.editoraarqueiro.com.br/

5 comentários :

  1. Oi Van
    Eu amo esta série, e acho que foi a primeira vez que a história não me envolveu e não me conquistou, uma pena. Ainda preciso fazer a resenha.
    Pelo que sei a Arqueiro vai publica sim o livro da Violet, estou bem ansiosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li nenhum livro dessa série, mas eu tenho muita vontade de conhecer o trabalho dessa autora, pois todos falam maravilhas dessa história. Amei sua resenha!
    Mil Beijos!
    https://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu amei o primeiro livro, mas ainda não consegui ler o restante. Parabéns pela resenha! Bjos

    BLOG LITERÁRIO 2

    ResponderExcluir
  4. Oi!

    Eu amo a Julia (olha a intimidade, rs!) e adoro a série, mas confesso que este livro foi o que menos gostei. O que não quer dizer que Não gostei. Adoro o jeito que ela escreve e como pode existir amor à segunda vista!Muito Boa Resenha!

    bjs!

    Thaís;)

    Uma Conversa Sobre Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi Van,

    eu amo essa série e gostei desse livro como "final" (sei que tem mais um e também estou torcendo para ele ser lançado aqui!). Contudo, apesar desse livro ser bom, ele não é tão bom quando os primeiros da saga. Eu não gosto muito dessa coisa de 'amor a primeira vista' e o Gregory não me conquistou, eu o achei super sem graça...

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...